Esportes

Santos passa fácil pelo Remo

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Santos passa fácil pelo Remo
fonte:
Santos passa fácil pelo Remo

ï»Habilidade, dancinha, alegria e gols. O Santos se recuperou da derrota no clássico para o Palmeiras e bateu o Remo por 4 a 0, nesta quinta-feira, no Mangueirão, no Pará. Com o resultado, o clube garantiu a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil sem precisar disputar o jogo de volta.

continua após publicidade

ï»Apenas Santos e Fluminense conseguiram a classificação no primeiro jogo. O time da Vila Belmiro, que não contou com Robinho, terá como próximo rival na Copa do Brasil o vencedor do duelo entre Fortaleza e Guarani. Na primeira partida, disputada no Castelão, o time cearense fez 2 a 0.

continua após publicidade

ï»O Santos chegou atrasado ao Mangueirão devido ao trânsito nos arredores do estádio. Com isso, o clube entrou em campo com pouco tempo de aquecimento e levou uma pressão nos primeiros minutos.

ï»Mas depois de esquentar os músculos, os santistas sobraram no gramado e construíram a vitória com tranquilidade.

ï»O primeiro gol foi marcado aos 21 minutos do primeiro tempo. Em contra-ataque rápido, Ganso tabelou com Marquinhos, que deu passe preciso para Neymar. O jovem jogador entrou na área e bateu no canto esquerdo do goleiro Adriano - o camisa 7 comemorou com muita dancinha ao lado dos companheiros.

continua após publicidade

ï»O Santos chegou ao segundo gol ainda no primeiro tempo. Aos 42 minutos, Neymar fez jogada espetacular ao passar por Raúl e driblar Adriano. O camisa 7 tinha o gol livre para marcar, mas preferiu rolar para André mandar para as redes. "Vou pedir 10% do salário dele pelo passe para o gol", disse Neymar ao descer para o intervalo.

ï»Remo 0
ï»Adriano; Índio, Pedro Paulo , Raul e Paulinho; Danilo, Fabrício Carvalho (Otacílio), Ramon e Samir; Hellinton (Gian ) e Marciano
ï»Técnico: Sinomar Naves
ï»Santos 4
ï»Felipe; Wesley, Edu Dracena, Durval e Pará; Rodrigo Mancha , Arouca, Marquinhos (Rodriguinho) e Paulo Henrique (Maikon Leite); Neymar e André (Madson)
ï»Técnico: Dorival Júnior
ï»Gols: Neymar, aos 21, e André, aos 42 minutos do primeiro tempo; André, aos 4, e Neymar 36 minutos do segundo tempo
ï»Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
ï»Estádio: Mangueirão, em Belém (PA)
ï»Na etapa final, o Santos marcou outro logo aos 3 minutos. Em noite inspirada, Neymar recebeu passe de Arouca e tocou para André dentro da área. O atacante dominou, tirou de Adriano e mandou no canto direito para fazer 3 a 0.

ï»O Remo teve uma boa chance para diminuir aos 8 minutos, após Edu Dracena cometer pênalti em Gian. Mas Marciano cobrou mal, pegou embaixo da bola e mandou no travessão de Felipe. A perda da penalidade acabou com a empolgação da torcida e com qualquer chance de reação.

continua após publicidade

ï»O Santos aproveitou para marcar o quarto, aos 36 minutos. Raul cometeu pênalti em Maikon Leite. Neymar foi para a cobrança. Com paradinha, ele tirou o goleiro da jogada e mandou no fundo das redes - foi o gol número 11.500 da história do Santos.

ï»"A gente fica feliz por ter conseguido eliminar o jogo de volta", afirmou André. "Não vamos ter de atuar na Vila, e assim o grupo vai poder descansar, pois estamos numa maratona muito forte."

ï