Esportes

Imbatível, Djokovic arrasa polonês na estreia em Roma

Da Redação ·
O sérvio Novak Djokovic segue imbatível em 2011. Nesta quarta-feira, o tenista sérvio arrasou o polonês Lukasz Kubot, 141.º colocado do ranking mundial, por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/3, em sua estreia no Masters 1.000 de Roma. Com isso, o tenista número 2 do mundo já se garantiu nas oitavas de final. Cabeça de chave número 2 do torneio italiano disputado em quadras de saibro, Djokovic espera agora pela definição do vencedor do confronto entre o suíço Stanislas Wawrinka e o italiano Filippo Volandri para saber quem será o seu próximo adversário. O certo é que o sérvio buscará diante de um deles o seu 34.º triunfo seguido no ano. Arrasador, Djokovic luta em Roma pelo seu sétimo título na temporada, depois de ter conquistado o Aberto da Austrália, os Masters 1.000 de Indian Wells, Miami e Madri e os Torneios de Dubai e Belgrado. O tenista também já acumula 35 vitórias seguidas se forem contabilizados os dois jogos pela decisão da Copa Davis, no final de 2010. Por causa da grande fase que vive, Djokovic tem chance de assumir a liderança do ranking mundial em Roma, desde que Rafael Nadal não passe das quartas de final. O espanhol estreia na competição nesta quarta, diante do italiano Paolo Lorenzi, que surpreendeu o brasileiro Thomaz Bellucci na primeira rodada. Para se manter invicto no ano, o sérvio voltou a exibir, nesta quarta, a eficiência que tem marcado a sua temporada. Com 77% de aproveitamento dos pontos que disputou quando usou o seu primeiro serviço, ele ainda aproveitou quatro das cinco chances que teve de quebrar o saque de Kubot, que foi completamente dominado pelo rival e não conseguiu obter nenhum break-point no confronto. Essa foi a terceira vitória de Djokovic em três jogos no circuito profissional contra Kubot, que já havia sido superado pelo adversário no Aberto da Austrália de 2010 e no Torneio de Belgrado de 2009, também em sets diretos. Em outro duelo já encerrado nesta quarta-feira em Roma, o argentino Juan Ignacio Chela venceu o francês Gilles Simon por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, e se garantiu nas oitavas de final, fase em que terá pela frente o vencedor do duelo entre o austríaco Jurgen Melzer, oitavo cabeça de chave, e o alemão Florian Mayer.
continua após publicidade