Esportes

Tite rechaça reclamação santista de cansaço

Da Redação ·
O técnico Tite não gostou de saber que, para Muricy Ramalho, o cansaço do time santista foi determinante para que o Santos não saísse do Pacaembu com uma vitória. O treinador corintiano rebateu a reclamação santista e lembrou que todos os times estão sujeitos a isso. "Nos também sofremos. Eu não concordo com os profissionais que estão lá. Foram cinco dias - para o Santos descansar depois da partida da última quarta pela Libertadores. Não quero polemizar. Só quero dizer que foi um grande jogo. Se o Neymar tivesse cansado hoje, quando ele está bem então...", comentou Tite. Antes, Muricy Ramalho havia dito, também em coletiva, que o cansaço santista impede a equipe de apresentar o seu melhor. "Se o Santos estivesse bem treinado, tivesse repouso, como um time normal de futebol, a chance era muito grande de vencer", comentou o treinador santista. Em menos de um mês, o Santos jogou nove vezes. Na terça-feira, atuou no México e, na quarta-feira que vem, pega o Once Caldas na Colômbia, pela Libertadores. "É igual para todos. Estávamos na Libertadores e fomos desclassificados. Pimenta no dos outros é colírio. Eu senti isso também. Ter que jogar na quarta e ter que fazer o resultado. A regra é para todos. Para quem disputa a Copa do Brasil, a Libertadores. É tudo igual", disse Tite, cuja equipe disputa só o Paulistão desde a eliminação ainda na fase classificatória da competição continental, ainda quanto o estadual estava na quinta rodada. Sobre o jogo, Tite comentou ter gostado da atuação da equipe dele, apesar do empate. "Fomos melhores no primeiro tempo e nos 20 minutos finais do jogo só deu Corinthians. Mas foi uma grande partida, competitiva. Fiquei contente com o desempenho da equipe. E se o jogo tivesse que ter um vencedor, eu acredito que seríamos nós", afirmou.
continua após publicidade