Esportes

F-1: Vettel vence o GP da Turquia

Da Redação ·
Vettel jamais perdeu a liderança da prova mesmo depois de fazer quatro paradas nos boxes
fonte: R7.com
Vettel jamais perdeu a liderança da prova mesmo depois de fazer quatro paradas nos boxes

 Três vitórias, quatro pódios e quatro pole positions. O alemão Sebastian Vettel continua passeando na temporada de 2011 de Fórmula-1 e procura um adversário que possa batê-lo. Neste domingo, o piloto da RBR venceu facilmente e de ponta a ponta o Grande Prêmio da Turquia disputado em Istambul.

continua após publicidade

Com a vitória, o atual campeão mundial agora soma 93 pontos, 34 a frente do segundo colocado no Mundial, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren. Hamilton, que terminou a corrida em quarto lugar agora tem 59 pontos.

O pódio foi completado pelo companheiro de equipe de Vettel, o australiano Mark Webber, e pelo espanhol Fernando Alonso, da Ferrari.

continua após publicidade

Vettel jamais perdeu a liderança da prova mesmo depois de fazer quatro paradas nos boxes, estratégia usada por muitos dos que correram na frente como Alonso, Webber e Hamilton.

Logo na largada, o alemão pulou na frente, sendo seguido pelo compatriota Nico Rosberg, da Mercedes, que largou em terceiro e ultrapassou Webber. Os momentos de emoção inicial foram protagonizados por Hamilton, que largou mal, perdeu três posições e ficou atrás do companheiro de equipe, o também inglês Jenson Button.

Hamilton logo travaria bons pegas com Button nas primeiras voltas e acabaria ultrapassando o colega. A primeira metade da corrida também seria marcada por outras ultrapassagens e disputas por posições empolgantes, como o de Felipe Massa, da Ferrari, e Rosberg na volta 21.

continua após publicidade

Enquanto isso, o heptacampeão Michael Schumacher, da Mercedes, era um destaque negativo da corrida cometendo erros bobos, como o que o levou ao boxe na terceira volta após se chocar com o russo Vitaly Petrov, da Lotus-Renault, e sendo ultrapassado por todos os rivais. O veterano piloto de 42 anos, terminou a corrida em 12º.

Os brasileiros também não foram bem. Massa terminou em 11º e Rubens Barrichello, da Williams, em 15º.