Esportes

Braga elimina Benfica e decidirá Liga Europa com Porto

Da Redação ·
Portugal decidirá a Liga Europa. Depois de golear o Villarreal no jogo de ida, o Porto teve tranquilidade nesta quinta-feira na Espanha, até perdeu por 3 a 2, mas confirmou a sua classificação para a decisão, onde encontrará o surpreendente Braga, que eliminou o Benfica com uma vitória em casa por 1 a 0. A decisão será em Dublin, na Irlanda, no dia 18 de maio. Assim, o Porto segue para uma campanha quase perfeita na temporada. No Campeonato Português, foi campeão com cinco rodadas de antecedência, na casa do maior rival, o Benfica. De 28 jogos até aqui, só empatou dois e não perdeu. Está também na final da Taça de Portugal, contra o Vitória de Guimarães. Na semifinal, eliminou o Benfica. Só caiu precocemente na Copa da Liga. A campanha na Liga Europa também é exuberante. Eliminou o Villarreal com um somatório de 7 a 4. Na fase anterior, já havia passado pelo Spartak de Moscou pelo placar combinado de 7 a 3. Em 16 jogos, venceu 14 vezes, empatou uma e só perdeu para o Sevilla. O Braga também faz história. Apesar do elenco modesto, veio como terceiro do seu grupo na Liga dos Campeões e eliminou Benfica, Dynamo de Kiev e Liverpool, além do Lech. Sempre sofrido, mas sempre merecido também. Apesar de nunca ter conquistado o Campeonato Português - tem uma Taça de Portugal -, o time já tem um título internacional, o da Copa Intertoto de 2008/2009. Para chegar à decisão, o Porto, que já havia vencido por 4 a 1 o jogo de ida em Portugal, usou força máxima na Espanha. Mas saiu perdendo para o Villarreal, gol de Cani. Hulk, com um chute de fora da área que desviou em Musacchio, empatou. No começo do segundo tempo, Falcão virou o jogo e obrigou o Villarreal a marcar mais seis gols. A tarefa, claro, se mostrou impossível. Só deu tempo de dois: com Capdevilla e Rossi, de pênalti. O italiano deixa a competição com onze gols marcados, contra 16 do colombiano do Porto, artilheiro do torneio. Já o Braga se classificou à decisão com uma vitória magra em casa. Avançou porque havia vencido em Lisboa com um gol marcado fora, o que o Benfica não fez. O único gol do jogo foi marcado por Custódio, aos 19 minutos da primeira etapa.
continua após publicidade