Esportes

São Paulo ganha por 2 a 0 e consegue a classificação

Da Redação ·
Vitória sobre o Santa Cruz não deixou dúvidas sobre a superioridade do São Paulo
fonte: Arquivo/foto ilustrativa
Vitória sobre o Santa Cruz não deixou dúvidas sobre a superioridade do São Paulo

O São Paulo teve muito trabalho para furar a forte marcação adversária, mas conseguiu derrotar o Santa Cruz por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, na Arena Barueri. A vitória garantiu a classificação são-paulina para as oitavas de final da Copa do Brasil, quando enfrentará o Goiás.


Como tinha perdido por 1 a 0 na semana passada, em Recife, o São Paulo precisava ganhar por dois gols de diferença nesta quarta-feira. E, mesmo jogando em Barueri - o Morumbi terá shows do U2 -, conseguiu eliminar o time pernambucano, que está na quarta divisão do Campeonato Brasileiro.


O São Paulo começou o jogo pressionando. Aos dois minutos, por exemplo, o lateral-esquerdo Juan arriscou chute de perna direita e a bola passou perto da trave. Assim, não demorou para sair o gol. Aos nove, Dagoberto cobrou falta e o zagueiro Rhodolfo subiu para cabecear, fazendo 1 a 0.


Os planos do técnico Paulo César Carpegiani para o jogo sofreram um impacto aos 15 minutos, quando o atacante Fernandinho, com dores na perna direita, pediu para sair, sendo substituído pelo meia-atacante Marlos. Mesmo com a mudança forçada no time, o domínio continuou sendo são-paulino.


Enquanto o Santa Cruz pouco ameaçava, o São Paulo foi desperdiçando boas chances. As melhores foram com Lucas, aos 31, e com Marlos, aos 35, que pararam nas defesas do goleiro Tiago Cardoso. Mas a grande oportunidade para ampliar veio mesmo aos 43 minutos, quando o árbitro marcou pênalti.


Por ter feito a falta em Dagoberto que originou o pênalti, o zagueiro André Oliveira recebeu o cartão amarelo e, como era o seu segundo no jogo, acabou expulso. Na cobrança, o goleiro Rogério Ceni deu uma cavadinha, mas Tiago Cardoso fez a defesa, evitando o gol do São Paulo.


No segundo tempo, jogando com um jogador a menos, o Santa Cruz tratou de se fechar na defesa. Para isso, o técnico Zé Teodoro trocou o atacante Landu pelo zagueiro Thiago Pereira. Assim, o time se armou para suportar a pressão são-paulina, na tentativa de levar a decisão para os pênaltis.


Do outro lado, Carpegiani colocou seu time ainda mais no ataque, ao tirar o zagueiro Alex Silva e o volante Casemiro para a entrada do atacante Willian José e do meia Ilsinho. E as mudanças deram certo: aos 27 minutos, Ilsinho armou boa tabela com Willian José e chutou para fazer 2 a 0.


Depois do segundo gol são-paulino, o Santa Cruz foi ao ataque em busca do gol que, naquele momento, lhe daria a classificação. Mas a tentativa de reação perdeu força após a expulsão de Renatinho, facilitando a vida do São Paulo para administrar o placar e garantir a vaga na Copa do Brasil.


FICHA TÉCNICA:


São Paulo 2 x 0 Santa Cruz


São Paulo - Rogério Ceni; Rhodolfo, Miranda e Alex Silva (Willian José); Jean, Carlinhos Paraíba, Casemiro (Ilsinho), Lucas e Juan; Fernandinho (Marlos) e Dagoberto. Técnico: Paulo César Carpegiani.


Santa Cruz - Tiago Cardoso; Cléber Goiano, Thiago Matias, André Oliveira e Renatinho; Everton Senna, Jeovânio (Mário Lúcio), Wesley e Natan (Marcus Vinicius); Landu (Thiago Pereira) e Gilberto. Técnico: Zé Teodoro.


Gols - Rhodolfo, aos nove minutos do primeiro tempo; Ilsinho, aos 27 do segundo tempo.

continua após publicidade

Árbitro - Gutemberg de Paula Fonseca (RJ).

Cartões amarelos - Casemiro, Rhodolfo, Dagoberto, Jeovânio, Thiago Matias, Gilberto, Natan, Everton Sena e Landu.

continua após publicidade

Cartão vermelho - André Oliveira, Everton Sena, Renatinho e Lucas.

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Arena Barueri, em Barueri.