Esportes

Mangueira pode levar centenário do Santos para a Sapucaí

Da Redação ·
 Centenário do Santos pode virar tema na Sapucaí
fonte: Reprodução
Centenário do Santos pode virar tema na Sapucaí

Vestido de verde e rosa, o centenário do Santos pode ganhar a Sapucaí em 2012. O Peixe e a Mangueira negociam uma parceria para a tradicional escola de samba carioca apresentar a história do clube no próximo carnaval. A ideia é aliar a tradição das duas entidades para arrecadar recursos de patrocínios e, com isso, conquistar títulos tanto na avenida quanto nos gramados.
 

continua após publicidade

As conversas entre empresários de Santos e a Mangueira foram iniciadas há duas semanas, segundo divulgou Ivo Meirelles, presidente da agremiação carnavalesca, por meio do seu blog. Na Vila Belmiro, a possibilidade de levar os 100 anos do Peixe para a Sapucaí é vista com bons olhos.
 

- É algo que está sendo discutido. Acho a ideia sensacional, porque o Santos tem uma história rica, que combinaria muito bem com um desfile da Mangueira. É um evento ótimo para fazer parte das comemorações do nosso centenário. Esperamos que dê tudo certo (nas negociações) - disse o presidente alvinegro Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro.
 

continua após publicidade

Caso o centenário do clube se concretize como tema do carnaval verde-rosa, tanto o Peixe quanto a escola de samba devem rechear seus cofres. Se por um lado a Mangueira oferece para o clube visibilidade em uma festa de repercussão mundial, o Santos, além de garantir financeiramente o desfile, entra na parceria com ídolos como Pelé e Neymar para fortalecer a agremiação na avenida. Neste ano, a participação de Ronaldinho foi a atração verde-rosa.
 

No entanto, é duro o páreo para ser tema do carnaval mangueirense em 2012. Os 100 anos do Alvinegro praiano tem o bloco Cacique de Ramos como seu principal concorrente na disputa. Com 50 anos de existência, essa agremiação carnavalesca é um dos mais tradicionais blocos de rua do Rio de Janeiro. Apesar de apontar o Santos e o Cacique como possíveis temas em seu blog, Ivo Meirelles prefere não comentar as negociações.
 

- Evitamos falar sobre temas enredo ainda em negociação. Isso atrapalharia meus andamentos.
 

Um título na avenida seria inédito para um clube de futebol. Outros centenários já foram homenageados no Carnaval, mas não trouxeram sorte às escolas de samba. Em 1995, a Estácio de Sá desfilou o Flamengo e acabou na sétima posição. Mais azar ainda deu o Vasco à Unidos da Tijuca, que foi rebaixada apresentando os 100 anos do clube em 1998. Já o centenário do Fluminense, comemorado em 2002, foi cantado pela Acadêmicos da Rocinha em 2003 - a escola ficou em décimo lugar no Grupo de Acesso A (equivalente a uma segunda divisão do futebol). Em São Paulo, ano passado, a Gaviões da Fiel entrou no sambódromo com o Corinthians como tema e conseguiu apenas a quinta colocação.