Esportes

Tribunal ordena times a disputarem rodada do Espanhol

Da Redação ·
Um juiz de um tribunal de Madri ordenou que todos os times do Campeonato Espanhol disputem a 30.ª rodada da competição, agendada para o próximo final de semana e cuja realização ficou ameaçada após a maior parte dos clubes da primeira divisão do país, entre eles Real Madrid e Barcelona, ameaçarem uma greve. O motim foi motivado pelo fato de as equipes serem contra uma lei do governo local que obriga a transmissão pela televisão de uma partida por rodada gratuitamente. Purificación Pujol, juiz do tribunal madrilenho, respaldou uma apelação interposta por seis clubes - Sevilla, Villarreal, Athletic de Bilbao, Real Sociedad, Espanyol e Zaragoza - que se opuseram à greve. O magistrado decretou que "não se deve alterar o calendário oficial da Liga (Espanhola)". No último dia 23, a Liga de Futebol Profissional, agrupada com a maioria dos clubes da divisão de elite da Espanha, manteve a convocação de uma greve que ameaçava a realização da próxima rodada, alegando que não houve avanço nas negociações com o governo. Os clubes argumentam que precisam receber cotas adicionais pelos direitos de transmissão dos jogos transmitidos pela TV aberta. Todos os clubes da primeira divisão espanhola são favoráveis ao sistema de transmissão dos jogos pelo sistema pay-per-view, mas divergiram sobre a realização de uma possível greve. Com a decisão anunciada pela Justiça, a 30.ª rodada do Espanhol será realizada normalmente no próximo final de semana. No sábado, o líder Barcelona enfrentará o Villarreal, fora de casa, enquanto o Real Madrid, vice-líder, receberá o Sporting Gijón no mesmo dia.
continua após publicidade