Esportes

Radiação faz Clijsters desistir de torneios na Ásia

Da Redação ·
A tenista belga Kim Clijsters, atual segunda colocada do ranking mundial, anunciou que não participará de um torneio no Japão e outro na China nesta temporada por temer ser contaminada com a radiação que assusta a Ásia depois do terremoto, seguido por um tsunami, que atingiu uma usina nuclear japonesa de Fukushima, no último dia 11, e devastou parte do país. Clijsters revelou na última quarta-feira a meios de comunicações belgas que não irá jogar o Torneio de Tóquio, em setembro, e o de Pequim, em outubro, fato que em seguida foi confirmado pela WTA, entidade que controla o tênis feminino mundial, por meio de um comunicado. "O mais importante é que meus pensamentos e compaixão estão com o povo do Japão", afirmou Clijsters, que lamentou a situação vivida pelos japoneses. "Me parte o coração ver o que estão passando. A segurança e boa saúde de qualquer um que viaje a uma área potencialmente afetada são minhas principais prioridade, assim como a da WTA, e sei que a WTA seguirá monitorando a situação", acrescentou. A radiação que escapou da usina nuclear de Fukushima atingiu verduras, leite, o sistema de água potável e a água do mar que cerca o local. A Organização Mundial de Saúde disse na semana passada que não é provável que a radiação alcançará outros países.
continua após publicidade