Esportes

Alonso elogia carro da Ferrari e crê em vitória

Da Redação ·
Vice-campeão do Mundial de Pilotos em 2010, o espanhol Fernando Alonso espera começar a temporada 2011, domingo, em Melbourne com uma vitória para lutar por mais um título mundial. O piloto da Ferrari lembrou que venceu o GP da Austrália em 2006 e espera voltar ao lugar mais alto do pódio novamente. "Ganhei aqui em 2006 e cheguei ao pódio por mais três vezes, então vamos esperar que possamos repetir isso", afirmou. Alonso avaliou que os testes coletivos na pré-temporada da Fórmula 1 foram proveitosos para a Ferrari. O espanhol acredita que o carro de 2011 mostrou ser resistente, já que a escuderia teve poucos problemas nos treinos, e apresentou bom desempenho, o que o coloca em boas condições para o início da temporada. Mas ao mesmo tempo ele revelou cautela para avaliar as chances de título. "Percorremos muitos quilômetros nos testes e mostramos que chegamos a um bom nível de confiabilidade, o que é sempre importante. Há razões para ser otimista, mesmo se não podemos ter certeza de onde estamos em comparação com os outros. No último teste, em Barcelona, nós introduzimos um número significativo de atualizações e aqui em Melbourne, trouxemos também uma nova versão da asa dianteira. Vamos ver se dá os resultados esperados, mesmo eu achando que vamos precisar de três ou quatro corridas para obter uma imagem clara da situação", disse. Alonso revelou estar ansioso para voltar a participar de uma prova da Fórmula 1. Para ele, o adiamento do GP do Bahrein, que abriria a temporada 2011, mas não foi realizado por conta da instabilidade no país, provocada por uma crise política, aumentou a expectativa dos pilotos para o começo do campeonato. "Eu estava tão impaciente para chegar à primeira corrida e o adiamento do GP do Bahrein fez esperar ainda mais. Sim, ele deu aos engenheiros mais tempo para preparar e isso significou que o trabalho pôde ser feito com menos pressa, mas para nós pilotos, e eu acho que o mesmo se aplica a todos os meus colegas, o desejo de correr novamente é muito forte", comentou.
continua após publicidade