Esportes

'Exemplo', Rivaldo espera por chance contra o Paulista

Da Redação ·
Recuperado de lesão, o meia Rivaldo poderá fazer a sua volta ao time do São Paulo na partida desta quarta-feira, contra o Paulista, às 21h50, em Jundiaí, pela 15.ª rodada do Paulistão. O jogador ficará no banco de reservas e espera ganhar nova chance do técnico Paulo César Carpegiani no decorrer do confronto. O fato de hoje ter de brigar por uma posição no time são-paulino, apesar do status de campeão do mundo em 2002 e eleito melhor jogador do planeta pela Fifa em 1999, não incomoda o veterano jogador, de 38 anos. Humilde, ele disse que não cobra por um lugar na equipe e, com isso, espera ser olhado como um exemplo pelos jogadores mais jovens que ainda lutam para conquistar espaço de destaque no futebol. "Eu sempre fui assim e jamais vou mudar. Conquistei tudo na minha vida assim. Fui o melhor do mundo uma vez e não tenho motivos para mudar. Sirvo de exemplo para os jogadores do São Paulo e de outros clubes", ressaltou Rivaldo, em entrevista coletiva concedida na última terça-feira à tarde no CT da Barra Funda. E Rivaldo ficará no banco de reservas mesmo com a ausência do meia Lucas, que não poderá defender o São Paulo nesta quarta porque precisa se apresentar à seleção brasileira que enfrentará a Escócia no amistoso do próximo domingo, em Londres. Sem o jovem atleta à disposição, Carpegiani optou pela escalação de Marlos no meio-campo, enquanto Fernandinho e Dagoberto formarão a dupla de ataque, fato que não abala o pentacampeão mundial. "Não quero ter privilégios. O Carpegiani tem o grupo na mão e está fazendo um bom papel. Ficarei no banco de reservas e se entrar vou procurar ajudar o meu time", reforçou Rivaldo, que com o passar do tempo aposta que terá de condições de assumir a condição de titular da equipe são-paulina.
continua após publicidade