Esportes

Correção: Diego Souza joga bem e Vasco vence clássico

Da Redação ·
A matéria enviada anteriormente continha uma incorreção no título. O Vasco venceu o clássico, e não o Botafogo. Segue a versão corrigida. Em sua melhor partida em 2011, o Vasco venceu neste domingo o Botafogo por 2 a 0, no Engenhão, com um show à parte do estreante Diego Souza. Foi dele o primeiro gol da equipe, bem a seu estilo. Acreditou numa bola perdida e foi mais esperto que a dupla de zaga do Botafogo. Na sequência, driblou o goleiro Jefferson e abriu o placar. O resultado levou o Vasco à liderança do grupo A da Taça Rio, com nove pontos, ao lado do Boavista, deixando o Flamengo em terceiro. O Botafogo, apesar da derrota, se manteve em primeiro lugar do grupo B, também com nove pontos, mas agora em companhia do Olaria. Inteiramente dominado pelo Vasco, o Botafogo só não saiu de campo humilhado pelo adversário graças a Jefferson. Ele fez três defesas muito difíceis, com elasticidade, numa prova de que é um dos principais da posição no futebol brasileiro. Loco Abreu e Herrera, sem inspiração, não produziram nada para o Botafogo, que atuou com três volantes. A derrota acirrou o clima entre torcedores e o técnico Joel Santana. Ele foi vaiado intensamente e ofendido em coro quando trocou Éverton por Alex no final. O meia vinha jogando bem, mas acusou dores e pediu pela substituição. A maior parte da torcida botafoguense não percebeu isso e passou a perseguir Joel. Próximo do fim da partida, o técnico foi expulso pelo árbitro Péricles Bassols por reclamação. A atitude recebeu a aprovação dos próprios botafoguenses, que dividiam as arquibancadas com os vascaínos. A vitória do Vasco já era merecida desde o primeiro tempo. Bem organizado, com mais volume de jogo e disposição, o time sufocou o Botafogo. O gol de Diego Souza, aos 14 minutos do segundo tempo, contou com a colaboração dos zagueiros Márcio Rosário e João Filipe, mas, sobretudo, fez justiça ao melhor atleta em campo. "Mostramos um time aguerrido, brigador, esse é o Vasco", declarou Diego Souza, o mais aplaudido pelos vascaínos. O resultado de 1 a 0 ainda não levaria o Vasco à liderança do grupo A, por causa do saldo de gols. Éder Luís, então, tratou de aproveitar escanteio para fazer o segundo gol, de voleio. O Botafogo amargou sua primeira derrota no Campeonato Carioca e o Vasco enfim convenceu. FICHA TÉCNICA: Vasco 2 x 0 Botafogo Vasco - Fernando Prass; Allan, Dedé, Anderson Martins e Ramon; Eduardo Costa, Rômulo, Felipe e Bernardo (Felipe Bastos); Diego Souza (Elton) e Éder Luís (Leandro). Técnico - Ricardo Gomes. Botafogo - Jefferson; Lucas (Caio), João Filipe, Márcio Rosário e Márcio Azevedo (Marcelo Mattos); Arévalo, Rodrigo Mancha, Somália e Éverton (Alex); Herrera e Loco Abreu. Técnico - Joel Santana. Gols - Diego Souza, aos 14, e Éder Luís, aos 25 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Péricles Bassols.

Cartões amarelos - Eduardo Costa, Ramon, Bernardo, Diego Souza, João Filipe, Rodrigo Mancha, Éverton, Herrera e Loco Abreu.

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro.

continua após publicidade