Esportes

Flamengo joga mal e empata sem gols com Cabofriense

Da Redação ·
Desfalcado de Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves, o Flamengo jogou mal e não passou de um empate sem gols com a Cabofriense, neste domingo à tarde, em Macaé. O resultado deixou o Boavista na liderança do Grupo A da Taça Rio, com nove pontos. Já o time rubro-negro ficou com oito pontos na chave, enquanto a equipe de Cabo Frio tem quatro no Grupo B no segundo turno do Campeonato Carioca. A atuação do Flamengo foi irreconhecível, com excesso de erros de passe e uma clara displicência dos atletas. O único a se salvar no time rubro-negro foi o atacante Diego Maurício. Ele entrou após o intervalo, na vaga de Negueba, e foi o único a

lutar com vontade. Deu dois chutes a gol em que a bola bateu na trave e criou outras jogadas de perigo.


No tempo técnico, aos 20 minutos do segundo tempo, com interrupção da partida por dois minutos, o técnico Vanderlei Luxemburgo deu uma bronca nos atletas como há muito não se via. Gesticulou, gritou, quis mexer com o brio dos jogadores.


Mas a atitude do treinador não mudou o quadro do jogo. O Flamengo continuou disperso e errando em demasia. A Cabofriense, que luta para não ser rebaixada, teve algumas chances em contra-ataques e poderia ter vencido.


Ficha técnica:


Cabofriense 0 x 0 Flamengo


Cabofriense - Flávio; Arílson, Zé Carlos, André e Éverton; Marcelo Cardoso, Zotti (Jajá), Luciano Totó e Diego Sales (Café); Léo Itaperuna e Assumpção (Allan). Técnico - Lucho Nizzo.


Flamengo - Felipe; Leonardo Moura, David Braz, Welinton e Egídio; Maldonado (Fierro), Willians, Bottinelli (Deivid) e Renato Abreu; Negueba (Diego Maurício) e Wanderley. Técnico - Vanderlei Luxemburgo.


Juiz - Rodrigo Nunes de Sá.


Cartões amarelos - Leonardo Moura, David Braz, Welinton, Egídio, Fierro, Willians, Bottinelli, Renato Abreu, Éverton, Luciano Totó, Léo Itaperuna, Assumpção e Allan.


Público e renda: não disponíveis.


Local - Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé.

continua após publicidade