Esportes

Presidente do Santos diz que interino merece efetivação

Da Redação ·
No que depender da vontade pessoal do presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, o interino Marcelo Martelotte será efetivado como técnico do Santos. O dirigente, porém, pretende consultar os seus diretores sobre esta situação. "O Martelotte não tem experiência internacional, mas conhece muito bem a equipe do Santos. E, na minha opinião, está fazendo um bom trabalho e merece ser efetivado no cargo", disse Luis Álvaro, no desembarque do elenco santista após a derrota por 3 a 2 para o Colo Colo, no Chile, pela terceira rodada da Copa Libertadores. Fontes ligadas a Luis Alvaro, porém, garantem que o presidente santista está sendo pressionado para contratar um técnico com experiência internacional e currículo suficiente para conquistar três vitórias nos próximos três jogos da Libertadores e levar o Santos ao mata-mata da competição. O nome natural, assim, é o de Muricy Ramalho, que deixou o Fluminense no final de semana e afirmou na ocasião que queria tirar 30 dias de férias. "Nós não temos intenção de interromper o momento de descanso de ninguém. Com certeza, é um tempo justo para um treinador que teve muito desgaste recentemente", asseverou Luis Alvaro, que considera este um empecilho para a contratação de Muricy, já que o Santos volta a jogar pela Libertadores em 20 dias. O presidente santista acredita que o clube tem elenco para buscar a recuperação na Libertadores. "Temos jogadores importantes que ainda não atuaram, como o (volante) Arouca e o (lateral-direito) Jonathan, que estão prestes a retornar, além do Ganso que recém fez os primeiros jogos depois da lesão", analisou o dirigente.
continua após publicidade