Esportes

Boato de doping no Barcelona acirra ânimos na Espanha

Da Redação ·
Um boato levantado no domingo à noite por uma rádio espanhola voltou a acirrar os ânimos entre Barcelona e Real Madrid nesta segunda-feira. De acordo com um jornalista da rádio Cadena Cope, o time madrilenho pedirá que a Federação Espanhola faça testes antidoping "mais seriamente", dizendo que não entende como "médicos com reputação questionável" podem trabalhar no Barcelona. Ainda de acordo com o jornalista da rádio COPE, profissionais do Real Madrid consideram que os testes da liga são "uma brincadeira". O repórter, porém, não citou suas fontes, ampliando a acusação de doping também ao Valência. O Barcelona logo se manifestou. Em nota oficial, expressou "total indignação com as infundadas referências que ligam o clube a práticas de doping". O clube catalão garantiu ainda que conversava com seu departamento jurídico buscando formas legais que defender a honra do Barcelona, pedindo ainda imediata retratação. O zagueiro Piqué também não gostou nada das insinuações: "Quem diz que nós usamos substâncias proibidas está brincando com fogo", garantiu. O pedido de retratação, porém, logo foi atendido. No começo da noite na Espanha, a rádio Cope pediu desculpas pela informação divulgada em sua grade. "No contexto da informação e da repercussão consequente, foram citados o Valência e o Barcelona, sobre os quais não há dúvida dos seus êxitos esportivos e do comportamento de seus departamentos médicos, nem mesmo da honestidade de sues jogadores". A rádio explicou que a equipe de esportes considerou de grande importância a informação recebida em primeira mão e que a intenção era apenas a de informar. "Ante a possibilidade de que se vincule nossa informação a qualquer interesse em prejudicar ou difamar os clubes citados, a Cadena Cope pede desculpas ao Barcelona, ao Valência, e a todos os torcedores dos dois clubes", conclui o comunicado, que ainda oferece os microfones da rádio aos dois clubes para explicações.
continua após publicidade