Esportes

Oeste derrota Bragantino e segue no G-8 do Paulistão

Da Redação ·
O Oeste conseguiu a reabilitação no Campeonato Paulista neste domingo ao bater o Bragantino, por 2 a 0, no Estádio dos Amaros, em Itápolis, no encerramento da 13.ª rodada. Com 20 pontos, o Oeste permanece no G-8 da tabela, a zona de classificação para a próxima fase do Estadual. O irregular Bragantino estacionou nos 16 pontos, em 10.º lugar. O primeiro tempo da partida foi dominado pelos donos da casa, mais objetivos no ataque. Aos 11 minutos, Anselmo Ramon perdeu uma chance incrível. Na pequena área, ele pegou mal na bola e mandou por cima do travessão. O gol saiu mais tarde, aos 39 minutos, numa cobrança de pênalti de Fábio Santos. Ele foi empurrado com o braço por Diego em um lance contestado pelos jogadores de Bragança Paulista. Fábio Santos bateu no meio do gol e enganou o goleiro Gilvan, que caiu para o lado direito. O Bragantino voltou melhor no segundo tempo, dando sufoco no Oeste. No primeiro minuto, Fabrício Carvalho desviou de cabeça e mandou no travessão. No rebote, a bola quicou perto da linha e gerou dúvidas. Nem as imagens da televisão foram esclarecedoras. A arbitragem não validou o gol. Na sequência, o Oeste "matou" o jogo em um contra-ataque. Após cruzamento do lado direito, Anselmo Ramon ficou livre na frente de Gilvan. O goleiro defendeu parcialmente, mas o atacante pegou o rebote e bateu de virada entre dois zagueiros. Na pressão final, o goleiro Fábio fez três boas defesas e não permitiu que o visitante sequer diminuísse o placar. Pela 14.ª rodada, os dois times voltam a campo no sábado. O Oeste vai até o ABC enfrentar o Santo André. O Bragantino vai receber o Santos, um dos líderes da tabela. Ficha Técnica: Oeste 2 x 0 Bragantino Oeste - Fábio; Dedê, Paulo Miranda, Cris e Fernandinho; Márcio Passos (Léo Salino), Adriano, Dionísio e Roger (Mazinho); Anselmo Ramon e Fábio Santos. Técnico: Luís Carlos Martins. Bragantino - Gilvan; Carlinhos (Murilo), Marcos Aurélio e Júnior Lopes; Nêgo, Éder, Marcelinho, Diego (Cristian) e Júlio César; Fabrício Carvalho (Wellington) e Rodriguinho. Técnico: Marcelo Veiga. Gols - Fábio Santos (pênalti), aos 39 minutos do primeiro tempo. Anselmo Ramon, aos 26 minutos do segundo tempo. Árbitro - Vinícius Furlan. Cartões amarelos - Júnior Lopes, Fabrício Carvalho, Marcos Aurélio, Cris e Márcio Passos. Renda - R$ 11.240,00. Público - 1.230 pagantes. Local - Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP).
continua após publicidade