Esportes

Atlético-PR decepciona e empata com o Corinthians-PR em casa

Da Redação ·
 Paulo Baier recebeu o terceiro cartão amarelo e não  joga contra o Iraty
fonte: Agência Estado
Paulo Baier recebeu o terceiro cartão amarelo e não joga contra o Iraty

Atlético-PR e Corinthians-PR empataram por 1 a 1 na noite desta quinta-feira, na Arena da Baixada, pela segunda rodada do returno do Campeonato Paranaense. Cícero marcou para o time visitante na etapa inicial; Kleberson deixou tudo igual no segundo tempo.

continua após publicidade

O resultado foi ruim para os dois times. O Rubro-Negro, que começou a rodada na liderança, caiu para o terceiro lugar - dois pontos atrás de Coritiba e Paraná. Ao fim do jogo, a torcida protestou bastante e reclamou pelo resultado. O Timãozinho, que tinha perdido para o Paraná Clube no fim de semana, fica na nona posição, com apenas um ponto. O próximo desafio do Furacão é contra o Iraty, no Estádio Emílio Gomes. A partida, marcada para 15h50m de domingo, terá transmissão da Rede Globo para o estado do Paraná. No mesmo dia, mas às 15h30m, o Corinthians-PR recebe o Cianorte, no Ecoestádio.

Corinthians-PR sai na frente

continua após publicidade

O jogo começou equilibrado e com duas boas chances de gol. O Timãozinho, que marcava forte desde o campo de ataque, quase fez um gol relâmpago. O lateral-direito Paulinho bateu cruzado, o goleiro Sílvio desviou e o atacante Rodrigo Hote não alcançou a bola. O Furacão respondeu com Kleberson, que pegou rebote da defesa e bateu perto do gol. Na sequência, após bela jogada de Gabriel e cruzamento de Wagner Diniz, o meia Paulo Baier cabeceou, mas Walter fez a defesa.

Os dois times, que arriscavam muitos lançamentos, paravam na marcação. Aos 30 minutos, porém, o time visitante abriu o placar. Antes, o lateral Heracles tentou a jogada de ataque e, após trombar com o adversário, caiu sentindo dores. No contra-ataque, o meia Cícero recebeu na entrada da área e bateu no canto – Corinthians-PR 1 a 0. Nos últimos minutos do primeiro tempo, o Atlético tentou atacar, mas - de forma desordenada - não conseguiu chegar ao gol de empate. Furacão melhora Antes dos dez minutos da etapa final, o Rubro-Negro teve duas oportunidades em cruzamentos da direita. Em ambas, a bola passou direto, sem um atacante para empurrá-la para o gol. as melhores chances vieram de Kleberson, em chutes de fora da área. Na primeira, o goleiro fez a defesa segura. Na segunda, aos 15 minutos, Walter não teve chance. A bola foi no ângulo – Atlético-PR 1x1 Corinthians-PR.

continua após publicidade

Após o gol, porém, o Timãozinho reequilibrou o jogo. O time da casa já não chegava na área adversária com tanta facilidade. Para mudar isso, o técnico Geninho trocou Alê por Claiton. A resposta de Luciano Gusso, treinador do Corinthians-PR, foi fortalecer o meio-campo – ele tirou o atacante Rodrigo Hote e colocou o volante Paulo Henrique. Após as alterações, o Timãozinho melhorou – inclusive pelo nervosismo dos atleticanos, que erravam muitos passes. A disputa ficou concentrada ao meio-campo e os lances de gol se tornaram raros. E foi assim até o apito final do árbitro Selmo Pedro dos Anjos Neto.

ATLÉTICO-PR 1 X 1CORINTHIANS-PR Sílvio; Manoel, Gabriel e Rafael Santos; Wagner Diniz (Henan), Kleberson, Alê (Claiton), Paulo Baier e Héracles (Ivan González); Guerrón e Wescley Walter; Tiago Alencar (Wellington), Peixoto e Leandro; Paulinho, Willian, Cícero, Adriano Gabiru (Mineiro) e Digão, Rodrigo Hote (Paulo Henrique) e Renan Técnico: Geninho Técnico: Luciano Gusso

Gol:Cícero aos 30 minutos do primeiro tempo; Kleberson aos 15 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: Gabriel, Paulo Baier (Atlético-PR) e Leandro (Corinthians-PR) Data: 10/03/2011. Local: Arena da Baixada, em Curitiba Árbitro: Selmo Pedro dos Anjos Neto, auxiliado por Moisés Aparecido de Souza e Maurício José Braga. Público total: 9.611 torcedores. Público pagantes: 8.778 pagantes. Renda: R$ 98.070