Esportes

Flamengo perde e fica em 2 no Grupo 8

Da Redação ·
 Adriano: carreira conturbada
fonte: Divulgação
Adriano: carreira conturbada

Em noite pouco inspirada do ataque, formado por Vagner Love e Adriano, o Flamengo foi até Santiago e perdeu por 2 a 1 para a Universidad de Chile, nesta quarta-feira (17), pela Libertadores. Com o resultado, os rubro-negros perderam a liderança do Grupo 8 para o rival chileno, que chegou a sete pontos, um a mais que os brasileiros. Os gols da partida foram marcados por Vargas e Seymour. Rodrigo Alvim descontou para os cariocas.

continua após publicidade

As duas equipes voltam a se enfrentar somente no dia 7 de abril, no Maracanã e o Flamengo poderá recuperar a ponta. Na outra partida do grupo, a Universidad Católica empatou se gols com o Caracas na Venezuela. Os chilenos estão com dois pontos e os venezuelanos com somente um.

A partida começou com a Universidad de Chile tentando impor uma pressão sobre o Flamengo. No entanto, a primeira boa chance foi do rubro-negro aos cinco minutos. Após falta cobrada por Juan na área, Adriano cabeceou meio sem jeito e a bola bateu no bico do travessão de Conde. O lance animou os brasileiros, que passaram a avançar mais impedindo que os chilenos seguissem com o domínio do jogo.

continua após publicidade

Aos poucos, o Flamengo foi tomando conta do jogo, tendo a posse de bola e cadenciando o ataque. Com uma boa marcação, os rubro-negros obrigaram a Universidad de Chile a buscar a ligação direta da defesa para o ataque. No entanto, com muitos erros de passe, as chances de gol pararam de ser criadas. Atuando mais fora da área, Adriano teve a chance de arriscar de longe aos 36 minutos. O atacante acertou um belo chute, mas a bola passou a esquerda de Conde. Em uma saída de bola errada do Flamengo, a Universidad de Chile quase abriu o placar aos 41min. Montillo recebeu na entrada da área e tocou para Puch, mas o chileno foi travado pela zaga.

No entanto, no minuto seguinte a Universidad de Chile abriu o placar. Após jogada ensaiada no escanteio, a bola foi cruzada e Vargas se antecipou a Bruno e cabeceou para a rede rubro-negra. Antes intervalo, os chilenos quase ampliaram aos 44min, quando Estrada arriscou do bico da área em cima de Bruno, que espalmou para tirar o perigo e deixar o placar em 1 a 0 no intervalo.

Na volta para o segundo tempo, a Universidad de Chile estava melhor, mas quem marcou foi o Flamengo na primeira vez que foi ao ataque, aos cinco minutos. Adriano lançou Vagner Love, que estava impedindo, mas Léo Moura pegou a bola do atacante e chutou em cima do goleiro Conde. No rebote, Rodrigo Alvim tocou para a rede chilena e empatou.

continua após publicidade

Os chilenos quase ficaram à frente novamente aos oito minutos. Álvaro tentou tirar o perigo e a bola sobrou no pé de Vargas, que chutou e obrigou Bruno a fazer boa defesa no canto esquerdo. No entanto, no minuto seguinte os chilenos marcaram o segundo gol. Seymour chutou forte de fora da área e a bola passou por baixo de Bruno, que falhou no lance.

Após o gol, a Universidad de Chile seguiu melhor e quase ampliou aos 13min. Montillo chutou da entrada da área e Bruno fez boa defesa espalmando para escanteio. Aos 19min, foi a vez de Olivera chutar e Bruno fazer grande defesa. O Flamengo tentava armar boas jogadas, mas esbarrava nos seguidos erros de passe.

Somente aos 25min o Flamengo conseguiu chutar ao gol de Conde. Fierro foi lançado pela direita e chutou cruzado, mas nas mãos do goleiro chileno. A resposta dos donos da casa veio dois minutos depois. Contreras tentou cruzar pela direita, mas a bola foi em direção ao gol. No entanto, Bruno conseguiu espalmar para fora.

continua após publicidade

O Flamengo ótima chance aos 33min, quando Petkovic e Vagner Love tabelaram e o atacante finalizou para fora na saída de Conde. À medida que o jogo chegava ao fim, os rubro-negros passaram a pressionar mais o chilenos. No entanto, os brasileiros não conseguiram transpor a zaga adversária e saiu de campo sem a invencibilidade na competição.

Como as duas defesas estavam bem, os ataques passaram a apostar em chutes de fora da área. Aos 28min, Estrada arriscou de longe e Bruno acompanhou a bola, que passou a esquerda do gol. No minuto seguinte, Vágner Love foi quem tentou de longe, mas por cima do gol de Conde.

No entanto, aos 31min, Olivera teve ótima chance. O atacante recebeu na área, mas tentou cruzar e foi travado por Léo Moura. No rebote, o chileno arriscou sem ângulo, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora do gol de Bruno. A resposta rubro-negra veio dois minutos depois. Após cobrança de escanteio, Álvaro escorou e Vagner Love cabeceou para grande defesa de Conde, que colocou para escanteio.