Esportes

Judoca brasileiro ganha ouro na Copa do Mundo de Budapeste

Da Redação ·
 Portela (d) subiu ao pódio na Copa de Oberwart
fonte: Divulgação
Portela (d) subiu ao pódio na Copa de Oberwart

 Brasil ganhou medalhas no masculino e no feminino nas etapas da Copa do Mundo de Judô realizadas neste domingo. Em Oberwart-AUT, Maria Portela (70kg) ficou com a prata. Já Rafael Silva (+100kg) conquistou o ouro em Budapeste-HUN. Para completar, Luciano Correa (100 kg) foi o quinto colocado na Hungria.
Maria Portela iniciou a campanha com ippon (2 wazari) sobre a croata Marija Cosic. Na sequência, a brasileira bateu a canadense Kelita Zupancic por wazari e venceu por ippon a colombiana Yuri Alvear. Na final, no entanto, ela perdeu por ippon para a sul-coreana Ye-Sul Hwang.
"Pense numa pessoa feliz. Sou eu hoje. Lutei bem melhor nessa Copa do Mundo, mas ainda tem coisa pela frente", disse a judoca, que venceu a campeã mundial de 2009, Yuri Alvear, na semifinal e parou apenas na final diante da coreana Ye-Sul Hwang, bronze no Masters 2010/11 e terceira do ranking mundial.
Na Hungria, Rafael Silva começou com triunfo por wazari diante do turco Remzi Kocaturk e fez o mesmo sobre o francês Adrien Pin. Em seguida, ele bateu o russo Renat Saidov por ippon e, na semifinal, passou por Nodar Metreveli, da Geórgia, por yuko. Na final, o brasileiro superou o esloveno Matjaz Ceraj por ippon.
Já Luciano Correa, também na Copa do Mundo de Budapeste, passou perto da medalha. Na semifinal, ele sofreu uma luxação no ombro esquerdo e perdeu para Tuvshinbayar Naidan, da Mongólia, por ippon. Lesionado, o judoca não voltou para disputar o bronze com o camaronês Franck Moussima.
"Ainda não sei o tempo que levarei para retomar os treinamentos. Vou ser avaliado no Brasil pelo doutor Breno Schor, da CBJ, para saber a gravidade da lesão. Cheguei a jogar o mongol de ippon. O árbitro central deu, mas os laterais tiraram e deram wazari", lamentou o meio-pesado brasileiro.
Rafael Silva foi o primeiro brasileiro e ganhar o ouro neste final de semana, mas no sábado três judocas do País já haviam subido ao pódio. Na Áustria, Ketleyn Quadros (57kg) e Érika Miranda (52kg) ficaram com a prata. Na Hungria, Felipe Kitadai (60kg) garantiu o bronze.
A técnica Rosicleia Campos destacou a performance de Quadros, bronze nas Olimpíadas de Pequim-2008, que viveu uma temporada inexpressiva em 2010. "Ela lutou muitíssimo bem e estou muito satisfeita. Todas as atletas estão de parabéns. Essas medalhas representam a força do judô feminino", disse.
As duas competições somaram pontos para o ranking mundial e olímpico: ouro (100 pontos), prata (60), bronze (40) quinto lugar (20). A equipe segue em treinamento na Áustria e na Hungria até o final da semana. Nos dias 19 e 20, o Brasil disputa o Grand Prix de Dusseldorf, a próxima etapa do Circuito Mundial.

continua após publicidade