Esportes

França vence o Brasil por 1 a 0

Da Redação ·
 Hernanes acerta chute forte em Benzema, grande destaque francês
fonte: Reuters
Hernanes acerta chute forte em Benzema, grande destaque francês

Levado de volta à seleção por Mano Menezes para o primeiro compromisso do ano do time principal, em amistoso contra a França, nesta quarta-feira (9), no Stade de France, em Paris, Hernanes acabou deixando o campo como o grande vilão da derrota por 1 a 0 para os tradicionais rivais, a segunda seguida do treinador à frente da equipe nacional.

continua após publicidade

Aos 39min do primeiro tempo, o ex-são-paulino, que vive excelente fase na Itália, mas não consegue se firmar no time canarinho, “imitou” Anderson Silva, lutador brasileiro de MMA (Artes Marciais Mistas) e recebeu cartão vermelho por acertar um chute no peito de Benzema, que acabara de aplicar um lindo chapéu no volante Lucas.

O resultado mantém o longo tabu de 19 anos sem vitórias brasileiras sobre os rivais e adia, mais uma vez, a chance de a equipe nacional se vingar dos franceses pelas derrotas nas Copas do Mundo de 1998 e 2006.

continua após publicidade

O último triunfo canarinho sobre a França aconteceu em 26 de agosto de 1992: 2 a 0, com gols de Raí e Luis Henrique, em time que era comandado pelo hoje aposentado Carlos Alberto Parreira.

No duelo deste meio de semana, que teve Karim Benzema, do Real Madrid, como grande destaque, o time brasileiro começou apresentando instabilidade no setor de meio-campo, normal para um setor que tinha Lucas, Elias, Hernanes e Renato Augusto atuando juntos pela primeira vez.

Por conta disso, a primeira chance de gol foi dos donos da casa, logo aos 9min. O habilidoso Gourcouff fez lançamento preciso e Benzema, em velocidade, bateu firme, cruzado, rente à trave do goleiro brasileiro.

continua após publicidade

A resposta da equipe canarinho demorou apenas quatro minutos e foi na mesma moeda. Após receber passe pela esquerda, Alexandre Pato passou fácil por Rami e bateu colocado, mas a bola acabou subindo mais do que o esperado pelo jogador do Milan.

Depois dos dois lances de emoção, a partida ficou mais cadenciada, com o time brasileiro tocando a bola em demasia e o francês apenas observando, sem apertar muito a marcação, o que rendeu vaias da torcida aos 28min.

Vaias maiores vieram aos 39min, quando Hernanes, que voltava à seleção após longa ausência, resolveu “imitar” Anderson Silva, brasileiro mito do MMA, e acertou uma voadora no peito de Benzema, que acabara de dar um chapéu em Lucas. Resultado: cartão vermelho e apupos na descida para os vestiários.

continua após publicidade

Os dois times voltaram com as mesmas formações para a etapa final e, assim como nos 45 minutos iniciais, foi a França quem tomou a iniciativa do jogo, com chute forte de Benzema, que explodiu na retaguarda brasileira e não chegou às mãos de Julio César.

Aos 9min, no entanto, não teve jeito. A zaga brasileira permitiu o avanço com liberdade de Menez, que foi ao fundo e cruzou rasteiro. A bola passou por Julio César e David Luiz e caiu nos pés de Benzema, que só cutucou para as redes: 1 a 0.

continua após publicidade

No lance seguinte, o atacante do Real Madrid teve a chance de marcar o segundo na partida, mas parou em ótima defesa de Julio César, que conseguiu evitar o gol após peixinho dentro da pequena área.

O goleiro da Inter de Milão voltou a evitar o pior aos 15min, salvando com ótima defesa um chute forte e colocado de Karim Benzema, disparado o melhor jogador da França em campo nesta quarta-feira.

Mano tentou consertar o time brasileiro, sacando Renato Augusto e Robinho para as entradas de Jadson e Sandro, mas o panorama da partida pouco mudou, até mesmo com a substituição de Alexandre Pato por Hulk e a de Elias por André, aos 43min.

continua após publicidade

Mais defensivo, e com um homem a menos em campo, a seleção pouco ameaçou a França (a exceção foi um chute de André Santos), que passou a administrar a partida para celebrar mais uma vitória sobre o velho freguês.

FRANÇA 1 X 0 BRASIL

Local: Stade de France, em Paris (FRA)
Data: 9 de fevereiro de 2011 (quarta-feira)
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Wolfgang Stark (ALE)
Cartões amarelos: Menez (França), Robinho (Brasil)
Cartão vermelho: Hernanes (Brasil)

GOLS:
FRANÇA: Benzema, aos 9min do segundo tempo

FRANÇA: Lloris; Sagna, Mexès, Rami e Abidal; Aliou Diarra, M’Vila (Diaby), Gourcuff (Cabaye) e Menez (Remy); Malouda e Benzema (Garneiro)
Técnico: Laurent Blanc

BRASIL: Julio César; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e André Santos; Lucas, Elias (André), Hernanes e Renato Augusto (Jadson); Robinho (Sandro) e Alexandre Pato (Hulk)
Técnico: Mano Menezes
..