Esportes

Preparador diz que é cedo para prever volta de Valdivia

Da Redação ·
A data da volta de Valdivia aos gramados continua um mistério no Palmeiras. Apesar de o meia ter retornado aos treinos com o resto do elenco na última terça-feira, após deixar o departamento médico, nesta quarta o preparador físico do clube, Anselmo Sbragia, disse que "é cedo" para prever quando o chileno defenderá as cores do time do Palestra Itália novamente. "O Valdivia veio fazer um trabalho físico há quatro semanas, mas é diferente fazer um trabalho físico e depois entrar em trabalho com bola, no qual há um envolvimento e uma intensidade muito maiores.. O importante é que ele está treinando e voltou às atividades com bola normalmente. É cedo falar quando ele joga", afirmou Sbragia, que estimou que o retorno de Valdivia aos gramados deva ocorrer entre os próximos dias 20, quando o Palmeiras encara o Americana, pelo Campeonato Paulista, e 23, data da estreia da equipe na Copa do Brasil, contra o Comercial-PI. Valdivia não joga uma partida oficial desde novembro, quando sentiu uma fibrose na coxa esquerda em um jogo contra o Atlético-MG. Em janeiro, ele voltou a atuar em um jogo-treino contra o Juventus, mas novamente sentiu a lesão. Segundo Sbragia, o processo de recuperação do chileno visando sua volta aos gramados está dentro do cronograma inicialmente previsto, lembrando que o clube não pretende pular etapas para apressar o retorno do atleta. "Tudo está sendo avaliado e monitorado. Quando ele mostrar que está no nível dos outros atletas, aí o Luiz Felipe (Scolari) pode pensar em utilizá-lo. Hoje (quarta) ele faz apenas o segundo trabalho com bola", destacou o preparador. "Estamos na oitava rodada do Paulista, com intensidade absurda, e um atleta que passou por um tempo de inatividade gigante fica aquém dos demais. Ele vai estar sempre correndo atrás e sempre com desgaste muito maior. Por isso, precisamos achar o momento certo para poder dar segurança para o atleta", acrescentou. Sbragia ainda falou sobre a recuperação do meia Lincoln, que voltou aos treinos físicos junto com Valdivia na terça-feira. O jogador se recuperou de uma lesão muscular na coxa esquerda, sentida na estreia do Palmeiras no Paulistão. E o preparador deu a entender que ele voltará a atuar antes do chileno. "Tem que observar o atleta individualmente. O Lincoln está um pouco à frente, ele treina com mais intensidade. Vamos observar para colocar com segurança. Não adianta queimar etapas e sofrer mais à frente com isso", enfatizou.
continua após publicidade