Esportes

Rogério Ceni elogia Rivaldo; Dagoberto irrita Carpegiani

Da Redação ·
O goleiro e capitão Rogério Ceni elogiou o desempenho de Rivaldo, mas, segundo ele, o futebol apresentando pela equipe na vitória sobre o Linense ainda não é suficiente para o time brigar por títulos na temporada. "Temos de melhorar muito ainda, mas foi legal pela volta do Rivaldo", afirmou o goleiro. "Mas como time temos de evoluir. Ainda é pouco para sermos campeões", completou. Rogério aposta no crescimento do São Paulo. E festeja a chegada do zagueiro Rhodolfo, que treinou nesta quinta-feira, mas precisa resolver detalhes burocráticos para ser apresentado oficialmente, e o retorno do lateral-esquerdo Junior Cesar. O goleiro citou ainda os garotos que defendem o Brasil no Sul-Americano Sub-20. Lucas, Casemiro, Henrique, William José e Bruno Uvini se reapresentarão assim que acabar o torneio que está sendo disputado no Peru.

"Com os meninos voltando, o Rhodolfo chegando e o Junior Cesar retornando, nós vamos ficar mais fortes. Só não sei se será o suficiente para sermos campeões", afirmou o capitão.


Outro destaque da partida, Rivaldo mostrou enorme alegria com sua estreia. "É para isso que me preparo para jogar bola", disse o meia-atacante, humilde, depois de valorizar o passe de Dagoberto para seu golaço em campo. "Retornar ao Brasil e marcar um gol na estreia me deixa feliz".


Rivaldo está tão motivado que já disse que não quer saber de descansar. Ele garante estar com o fôlego em dia para correr os 90 minutos. "Eu sempre me cuidei e tenho um bom preparo físico para isso, para jogar o tempo todo. Se depender de mim, estarei em campo domingo contra o Botafogo lá em Ribeirão Preto".


DAGOBERTO - Paulo César Carpegiani abriu as portas do São Paulo para a saída de Dagoberto após o jogo desta quinta. O treinador ficou irritadíssimo com o atacante depois de o jogador ter reclamado no meio do gramado de uma alteração tática - Carpegiani pediu para ele jogar mais pela direita, onde estava Marlos. "Se ele tiver proposta, eu não vou dar o aval para a permanência dele no clube. Prefiro trabalhar com jogadores mais profissionais", disse. "Não gostei da atitude, foi até melhor ele sair na hora que eu pedi".


Carpegiani não é o primeiro treinador que Dagoberto arruma confusão no São Paulo. Com Muricy Ramalho e Ricardo Gomes, ele também teve problemas. A diretoria queria negociá-lo, mas ele recusou a oferta que lhe foi apresentado. O treinador não quis falar que tipo de punição será dada a Dagoberto, mas o jogador deve treinar separado do restante do grupo até arrumar um outro clube.

continua após publicidade