Esportes

Red Bull mostra novo carro e adota discurso cauteloso

Da Redação ·
A Red Bull adotou um discurso cauteloso ao analisar as chances de defender os seus títulos da Fórmula 1 nesta temporada durante a apresentação do seu carro para 2011. O campeão mundial Sebastian Vettel disse que manter a motivação não será um problema, mas o piloto alemão preferiu não apontar as chances de títulos antes de entrar no carro novo, que estreia nos testes desta terça-feira. "Vai ser fundamental ter um bom começo de temporada, mas é uma longa temporada pela frente. Vai ser uma batalha dura e uma luta dura e longa", disse Vettel. "A motivação não é um problema. É uma situação mais difícil que no ano passado. Nós temos que manter o foco". O RB7, novo carro da Red Bull, foi projetado por Adrian Newey e tem a capa do motor em forma de bigorna. A asa traseira tem uma aleta pequena central. A pintura é a mesma dos anos anteriores, com a predominância do azul-escuro e a presença do vermelho e amarelo no topo e no bico do carro. Newey disse que queria colocar logo o carro na pista para que ele se adaptasse aos novos pneus Pirelli, que serão utilizados nesta temporada. "Uma das belezas e grandes coisas sobre a Fórmula 1 é que há sempre a possibilidade de que alguém vai sair com uma ideia inteligente que o resto de nós não tenha pensado e ganhar uma vantagem por isso. É uma das coisas que faz com que a Fórmula 1 seja grande". A Red Bull venceu nove provas e conquistou a pole position em 15 das 19 corridas da temporada passada. Agora, entra neste ano no desconhecido papel de equipe a ser batida. "A oposição que temos da McLaren, Ferrari e Mercedes é muito grande", disse Chistian Horner, chefe da equipe. "Nós só podemos fazer nosso melhor e a tabela no final do campeonato não vai mentir". Vettel classificou o seu primeiro contato com o novo carro como "muito interessante". "É uma situação mais difícil do que no ano passado", disse o piloto de 23 anos, que venceu as últimas duas corridas de 2010 para terminar quatro pontos à frente de Fernando Alonso, da Ferrari, e se tornar o mais jovem campeão mundial. "Temos que manter o foco". Mark Webber, companheiro de equipe de Vettel, terminou a última temporada em terceiro lugar e revelou que está ansioso para brigar pelo título do Mundial de Pilotos novamente. "Fizemos várias coisas boas no ano passado, mas ainda houve alguns maus momentos", disse o australiano, que correu o fim da temporada com uma fratura no ombro. "Eu preciso começar a temporada melhor do que eu fiz no ano passado também". Vettel descartou a possibilidade de ser um sucessor de Michael Schumacher e garantiu que não mira igualar os feitos do compatriota. "Eu não estou indo para esta temporada pensando que esse poderia ser o segundo de sete campeonatos", disse Vettel. "Nós temos que fazer passo a passo. Não faz sentido fixar um objetivo como esse".
continua após publicidade