Esportes

Tradicional prova pedestre XXVIII de Janeiro reúne mais de 900 atletas

Da Redação ·
Mais de 1.200 atletas participaram das competições
fonte: Edson Denobi
Mais de 1.200 atletas participaram das competições

A 49ª edição da Prova Pedestre XXVIII de Janeiro e a 11ª Vinteoitinha foram disputadas na manhã deste domingo (30/01). Ao todo, mais de 1.200 atletas participaram das competições, sendo 350 crianças e adolescentes e 929 adultos inscritos. A estimativa da Polícia Militar é que aproximadamente 15 mil pessoas tenham assistido às provas, espalhadas ao longo de todo o percurso.

continua após publicidade

A maior concentração, no entanto, foi na Praça Rui Barbosa, onde ocorreram as largadas. Com o tempo de 31 minutos e 4 segundos, Clodoaldo Gomes da Silva, de Brasília, consagrou-se tri-campeão da XXVIII de Janeiro. Ele chegou a abrir 300 metros na frente do segundo colocado, Elessandro de Oliveira, que completou os dez quilômetros da corrida em 31min 56s. Em terceiro lugar ficou o já pentacampeão, Elenilson da Silva, com 32min 22s.

continua após publicidade

“Toda vitória é difícil, não existe vitória fácil. Essa de hoje foi consequência de um trabalho que vem sendo bem feito. Graças a Deus consegui superar não só o clima, com essas mudanças da noite para o dia que a gente sente muito, e consegui superar também os adversários. A XXVIII de Janeiro é uma grande prova que tem que continuar. É uma prova muito importante que eu coloco no meu currículo. A cidade está de parabéns”, disse Clodoaldo Gomes da Silva.

continua após publicidade

O terceiro colocado, Elenilson da Silva, teve motivos de sobra para terminar a prova emocionado e, durante seu discurso no pódio, pediu ao prefeito João Carlos de Oliveira que nunca deixe a XXVIII de Janeiro acabar. “Para mim, é um grande prazer estar aqui todos os anos. Estou com o coração meio triste, porque, no ano que vem, estou encerrando vinte e três anos de carreira. Mas é uma história de dez anos neste pódio, com cinco vitórias, dois vice, dois terceiros e um quarto lugar. Aos 39 anos de idade, eu só tenho a agradecer a Deus. Eu posso parar, mas a XVIII de Janeiro não”, concluiu.

No naipe feminino, a campeã foi Josiane da Silva Cardoso, com o tempo de 35mim 53s, seguida por Rosângela Gavinski da Silva, com 36min 46s, e ainda por Ilda Alves dos Santos que completou o percurso em 37min e 12s. Para Josiane, o ano não começa se ela não participar da Prova Pedestre XXVIII de Janeiro. “É um espetáculo correr em Apucarana. Todo ano, se você não vem aqui, parece que está faltando alguma coisa. Eu já participei várias vezes e sempre quis ganhar essa prova, mas não tinha conseguido. Esse ano eu fiz uma boa preparação e, graças a Deus, conquistei o primeiro lugar”, afirmou com entusiasmo.

continua após publicidade

Dentre os atletas que representaram a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Apucarana, o primeiro colocado, no masculino, foi Davi Vital da Silva, com 35min 06s, e Patrícia Fernanda Lobo, no feminino, com o tempo de 38min 53s. O secretário de Esportes, professor Augusto Luciano Molina, agradece a todos os patrocinadores e parceiros que contribuíram para a realização de mais esse grande evento.

continua após publicidade

Um pouco da história - A prova pedestre XXVIII de Janeiro, uma das atrações do aniversário de Apucarana, foi criada pelo engenheiro Osvaldo Otávio Pereira, em 1961, mas a primeira competição aconteceu um ano depois, com a vitória do goiano Benedito Firmino do Amaral. Naquela época, a corrida era realizada apenas no naipe masculino. Inicialmente, era disputada todos os anos no dia 1º de Maio. Posteriormente, passou a ser realizada no dia do aniversário de Apucarana, sendo denominada Prova Pedestre XXVIII de Janeiro. Em 1968, a competição foi oficializada pela Federação Desportiva Paranaense.

Dez anos mais tarde teve início a participação das mulheres nas competições. A primeira atleta campeã foi a paranaense Eva Batista Dias. A catarinense Silvia Pereira, que já encerrou a carreira, é a maior vencedora da corrida, sendo campeã em sete ocasiões. Já pelo masculino, o maior vencedor é o atleta Elenilson da Silva, do Mato Grosso do Sul, com cinco títulos. Atualmente, Elenilson reside em Maringá e continua em atividade. No ano de 2004, a prova foi oficializada pela CBAT – Confederação Brasileira de Atletismo.

No ano de 2001, foi criada a prova denominada Vinteoitinha, com o objetivo de revelar e incentivar novos atletas do pedestrianismo, com as categorias Mirim, Infantil, Infanto e Juvenil. Vinteoitinha – classificação: Categoria Pré-Mirim (até 10 anos) 1º - Naiara Alessandra Alves Pereira – Mandaguari; 2º - Gabriela Alves Machado – Cândido Mota; 3º - Helen Carolina Pereira – Guarapuava. 1º - Ronaldo César de Ramos – Guarapuava; 2º - Jonathan Dias de Souza – Cândido Mota; 3º - Luan Guilherme Gama – Cândido Mota. Categoria Mirim (até 14 anos) 1º - Raquel da Silva – Paraguaçu Paulista; 2º - Grazieli Zani – Cândido Mota; 3º - Liliane dos Santos – Cândido Mota. 1º - Emerson Falcão Vivi – Guarapuava; 2º - Marcelo Marques – Londrina; 3º - Jéferson Barbosa – Cândido Mota. Categoria Menores (até 17 anos) 1º - Bruna Fonseca da Silva – Cândido Mota; 2º - Jéssica Cristina de Souza – Cândido Mota; 3º - Letícia Fernandes – Cândido Mota. 1º - Lucas do Nascimento – Jaguapitã; 2º - Wesley Eric B. dos Santos – Paraguaçu Paulista; 3º - Maicon Diego da Rosa – Londrina. XXVIII de Janeiro – Classificação: Categoria de 18 a 29 anos 1º - Valkiria Sanches Prieto; 2º - Valéria Sanches Prieto; 3º - Shellen Rodrigues Garcia; 1º - Alan Matias; 2º - Ronaldo do Carmo Rocha; 3º - Helquer Gatto Rigoni. Categoria de 30 a 39 anos 1º - Roseli Mateus; 2º - Elaine Pereira de Souza; 3º - Luciana Paula Inácio Rodrigu. 1º - Antônio Nunes Evangelista; 2º - José Roberto Camargo; 3º - Aderbal Peri. Categoria de 40 a 45 anos 1º - Cleuza Maria Irineu; 2º - Suzana Maria Sabino; 3º - Penha Alves da Silva Trugill. 1º - João Batista dos Santos; 2º - Joarez Mariano Ribeiro; 3º - José Osmar dos Santos. Categoria de 46 a 50 anos 1º - Malgrane Maturana; 2º - Edna Lúcia Martins; 3º - Daize Calisto. 1º - Aparecido Antero da Silva; 2º - Eloi Francisco Machado; 3º - Márcio Pio. Categoria de 51 a 55 anos 1º - Lourdes Maria de Jesus Oliveira; 2º - Lucirda Aparecida Mathias; 3º - Zenilda Soares Beltrami. 1º - Edson Zotto; 2º - José Cláudio Gomes; 3º - José Carlos Firmino Coelho. Categoria de 56 a 60 anos 1º - Cleuza Cremonese; 2º - Maria Terezinha Custódio; 3º - Veronice Terezinha Bressan. 1º - Antenor Lacerda dos Santos; 2º - José Jorge do Livramento; 3º - Eurípedes Bertolin; Categoria de 61 a 65 anos 1º - Zilda Bezerra de Oliveira; 2º - Cleonice da Silva Carmo; 1º - José Alves Moreira Filho; 2º - José Loureiro Beffa; 3º - João Batista da Rocha. Categoria de 66 a 99 anos 1º - José Ferreira de Andrade; 2º - Antônio Pereira da Fonseca; 3º - Lourival Bezerra de Moura.