Esportes

Cruzeiro prepara time forte para enfrentar África do Sul

Da Redação ·
 Atacante sabe da importância do amistoso, mas admitiu que o foco do Cruzeiro é a Libertadores
fonte: Vipcomm
Atacante sabe da importância do amistoso, mas admitiu que o foco do Cruzeiro é a Libertadores

Um adversário diferente, em um jogo que não será válido por nenhuma competição. Contudo, a importância internacional deste confronto vai chamar a atenção do mundo da bola. O desafio amistoso entre Cruzeiro e a seleção da África do Sul trará os holofotes voltados para o Mineirão na noite desta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília).

continua após publicidade

O técnico da equipe celeste, Adilson Batista, já adiantou que, pela importância do duelo para a instituição Cruzeiro, deverá entrar com um time forte, que deve ser o titular. "Vai ser um grande jogo, difícil, mas vamos jogar valendo, com prazer e eu vou colocar uma equipe forte. Fico contente, espero que o torcedor venha, participe, ajude, incentive, conheça e ele vai ver um Cruzeiro competitivo como sempre", disse.

Na temporada 2010, o treinador cruzeirense tem escalado duas equipes: a titular na Copa Libertadores e um time misto no Campeonato Mineiro. Na partida contra o América-MG, no último domingo, pelo estadual, quando o Cruzeiro venceu por 3 a 2, apenas dois titulares começaram jogando a partida: o lateral esquerdo Diego Renan e o goleiro Fábio. No empate com o Deportivo Itália, por 2 a 2, na última quinta-feira, pela competição sul-americana, o treinador escalou força máxima.

continua após publicidade

Um duelo à parte será no banco de reservas, entre o comandante em ascensão Adilson Batista, defendendo o Cruzeiro, e o consagrado Carlos Alberto Parreira, no comando da África do Sul. O treinador celeste, uma das gratas revelações do futebol brasileiro, está animado com o jogo e com a presença de Parreira no banco rival.

"Quando me foi feito o convite, eu concordei na hora em respeito ao Carlos Alberto Parreira, campeão do mundo, pessoa que a gente tem carinho e respeito. Vamos enfrentar a seleção que vai nos receber e eu acho que é importante a divulgação da marca Cruzeiro, uma escola que a gente também vai tirar proveito", afirmou.

O atacante cruzeirense Kleber, que não participou do último jogo do Cruzeiro contra o América-MG, deverá ser um dos titulares da equipe celeste contra os africanos. Artilheiro do time na temporada com oito gols, o Gladiador sabe da importância do amistoso, mas lembra que o foco do Cruzeiro é outro.

continua após publicidade

"A gente sabe que é um jogo legal, bom de jogar, todo mundo vai ver, mas a gente tem competições importantes depois e é meio difícil. Não só nós, eles também têm a Copa do Mundo, então acredito que vai ser um jogo tranquilo, também acho que eles não vão chegar tão firme, acredito eu, porque uma contusão agora pode tirar um jogador da Copa do Mundo. E que seja então um jogo apenas para treinar, para eles conhecerem um pouco do nosso futebol", observou.

Os Bafana-Bafana vieram ao Brasil para se prepararem para a Copa do Mundo, da qual os africanos são os anfitriões. A delegação que está treinando na Granja Comary, no Rio de Janeiro, não conta com os jogadores que atuam na Europa. Os principais nomes da seleção, como o atacante Benni McCarthy, do West Ham (ING) e o meia Steven Piennar, do Everton (ING), só vão se juntar ao plantel africano na preparação final para a Copa.