Esportes

Murray bate Ferrer e faz final com Djokovic na Austrália

Da Redação ·
O britânico Andy Murray vai disputar a final do Aberto da Austrália contra o sérvio Novak Djokovic. Nesta sexta-feira, o número 5 do mundo garantiu presença na final do primeiro torneio do Grand Slam Da temporada ao derrotar o espanhol David Ferrer, sétimo colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 1, com parciais de 4/6, 7/6 (7/2), 6/1 e 7/6 (7/2), em 3 horas e 49 minutos. Com a classificação para a final, Murray já repete a sua campanha de 2010 no Aberto da Austrália. No ano passado, ele também avançou para a decisão e acabou sendo derrotado pelo suíço Roger Federer. E o britânico buscará o seu primeiro título em um torneio do Grand Slam na terceira final da sua carreira - ele também foi vice-campeão do US Open em 2008. Murray tentará interromper na decisão de domingo um longo jejum da Grã-Bretanha, já que desde 1936 um tenista britânico não fatura um título de um dos torneios do Grand Slam. Além de ser melhor ranqueado - é o terceiro colocado na ATP - Djokovic, que derrotou nas semifinais o suíço Roger Federer, chega à final com uma vantagem de 4 a 3 no confronto direto. Porém, Murray venceu as três últimas partidas. Com o triunfo desta sexta-feira, o britânico igualou o confronto direto com Ferrer em 3 a 3. Com um jogo mais agressivo, Murray terminou a partida com 60 winners e 63 erros não-forçados, enquanto o espanhol teve 34 bolas vencedoras e 34 falhas. Murray conseguiu seis quebras de serviço em 11 oportunidades contra 5 quebras do espanhol em 18 chances. A primeira quebra de serviço na partida aconteceu no sétimo game do primeiro set. Murray abriu 4/3, mas não conseguiu confirmar o seu saque em seguida. Embalado, Ferrer obteve nova quebra no décimo game e fechou a parcial em 6/4. Apesar da derrota, Murray começou melhor o segundo set e conseguiu uma quebra de serviço logo no primeiro game. Porém, cedeu o empate logo em seguida ao não conseguir confirmar o seu saque. O britânico voltou a quebrar o saque de Ferrer no 11º game, mas perdeu novamente o seu serviço no game seguinte, quando poderia fechar a parcial. Assim, a disputa foi para o tie-break, vencido por Murray. O terceiro set foi o mais facilmente vencido pelo britânico. Murray se impôs diante de Ferrer, conseguiu quebras de serviço no quarto e sexto games para triunfar por 6/1. Em vantagem, ele começou o quarto set com uma quebra de serviço e abriu 2/0. Ferrer, porém, conseguiu devolver a quebra no quarto game e a disputa foi ao tie-break. Assim como no desempate da segunda parcial, Murray foi superior, venceu por 7/2 e ganhou a partida por 3 sets a 1, garantindo presença na final do Aberto da Austrália, que será disputada no domingo.
continua após publicidade