Esportes

Semenya diz não se importar com rumores sobre gênero

Da Redação ·
A corredora sul-africana Caster Semenya disse que não se importa com o que se fala sobre ela e a polêmica sobre o seu gênero. A campeão mundial de 800 metros disse à BBC que ela precisou se manter positiva e também questionou por que as pessoas acreditam que ela está realizando tratamento hormonal. Semenya surpreendeu no Mundial de Atletismo de 2009, em Berlim, ao conquistar o título dos 800 metros. Antes da final, foi revelado que a corredora, então com 18 anos, realizou testes de gênero. Embora os resultados do teste não tenham sido revelados, a sul-africana foi liberada para correr no ano passado pela Federação Internacional das Associações de Atletismo (Iaaf, na sigla em inglês) e tem competido desde então. "É preciso pensar em coisas positivas, sobre o futuro. Então é assim que eu sou na vida,", disse Semenya à BBC. "Você não tem que pensar sobre as coisas que aconteceram no passado. Elas vão destruí-lo". Embora a imprensa australiana tenha publicado que os testes indicaram que Semenya tem ambos os órgãos sexuais masculinos e femininos, a Iaaf se recusou a confirmar ou negar a afirmação. Desde então, surgiram boatos de que Semenya foi liberada para competir após realizar tratamentos hormonais."Tratamento? Por que eu deveria fazer um tratamento?", disse Semenya. "Qual é a realidade desta situação?". Semenya, que ficou afastada por conta de uma lesão nas costas durante meses, disse que não se preocupa com o que os outros estão dizendo sobre ela. "Não me importa o que alguém diz, enquanto eu estou de volta na pista", disse. "É fácil quando estou na pista. Eu não estou aqui para falar, estou aqui para correr. É assim que eu faço minha parte. Eu não me importo com o que dizem", comentou. "Eu não vejo isso como um grande negócio, eu sei que as pessoas falam, mas eu não me importo. Eu não tenho vergonha de ser eu mesmo. Eu sei quem eu sou. Há apenas uma pessoa que pode me julgar. Somente Deus".
continua após publicidade