Esportes

Expulsões irritam seleção brasileira em vitória sobre Paraguai

Da Redação ·
 Henrique recebe marcação paraguaia no primeiro tempo em Tacna
fonte: Mowa / Divulgação
Henrique recebe marcação paraguaia no primeiro tempo em Tacna

O show de Neymar, que marcou todos os gols brasileiros na vitória por 4 a 2 sobre o Paraguai, não foi tão comemorado como poderia pela seleção sub 20. Isso porque a equipe deixou o gramado do estádio Jorge Basadre, em Tacna, no Peru, visivelmente irritada com a atuação do argentino Diego Abal, árbitro da partida, que expulsou o volante Zé Eduardo, o atacante Henrique e o técnico Ney Franco ao longo do segundo tempo.

continua após publicidade

"Fica complicado quando o time só apanha e o juiz não pune o adversário. Faltaram cartões para eles (Paraguai). Nossos lances foram de jogo e tivemos dois jogadores importantes expulsos, que agora serão desfalques", reclamou o zagueiro e capitão Bruno Uvini, que aproveitou para destacar a força do elenco brasileiro. "Mesmo com dois jogadores a menos, fomos guerreiros até o fim. A gente já esperava pelas dificuldades, porque o Paraguai é uma boa equipe e eles pegaram forte".

continua após publicidade

A goleada sobre os paraguaios deixa o time comandado por Ney Franco com três pontos e na liderança do Grupo B do Sul-Americano após o término da primeira rodada. Colômbia e Equador, que empataram por 1 a 1, têm um ponto cada. Paraguai ficou com zero, assim como a Bolívia, que ainda não estreou.

O próximo desafio do Brasil na competição será na madrugada de quinta para sexta-feira, às 0h10 de Brasília, contra os colombianos. Os três melhores times avançam para o hexagonal final do torneio.