Esportes

Disputa por cinturão no UFC 125 termina empatada

Da Redação ·
 Card principal
fonte: Eric Jamison/AP
Card principal

Com destaques para abrir o ano do MMA em grande estilo, o UFC 125 marcou uma luta por cinturão e dois combates de brasileiros. Disputado na madrugada deste domingo em Las Vegas, o equilibrado encontro entre Frank Edgar e Gray Maynard terminou empatado. Entre os brasileiros, Thiago Silva venceu Brandon Vera por decisão unânime e Diego Nunes derrotou Mike Brown em duelo dividido.

continua após publicidade

Edgar não saiu do UFC 125 vencedor, mas deixou o evento com seu cinturão de campeão peso leve por ser o atual campeão da categoria. Maynard entrou na luta com força total e garantiu uma sequência de golpes no adversário para massacrar. Deixou ótima impressão inicial no octogon.

continua após publicidade

Entretanto, o atual campeão reagiu nos assaltos seguintes para se recuperar na luta. Edgar conseguiu levar o adversário para o chão algumas vezes e garantir vantagem na trocação. O combate ficou muito equilibrado e nenhum dos dois lutadores conseguiu grande vantagem.

continua após publicidade

A difícil decisão ficou com os jurados. Um apontou vitória para Edgar, outro para Maynard e o último viu empate. Frankie Edgar mantém o cinturão dos leves e agora vai lutar contra o campeão do extinto WEC, Anthony Pettis, que deu show na última edição da história do torneio e venceu Ben Henderson para sagrar-se campeão.

“Eu prefiriria ter uma revanche contra Maynard. Ter uma definição um pouco menos dividida seria melhor”, comentou Edgar. Maynard, que ouviu a notícia de que não poderia ter uma segunda chance, admitiu ter ficado decepcionado. “Obviamente, não me sinto bem. Trabalhei duro para isso, pensei que esta era a minha luta”.

continua após publicidade

Brasileiros saem vitoriosos


Vindo de derrota para o ex-campeão Rashad Evans, Thiago Silva garantiu a sua recuperação na categoria dos pesos meio-pesados. Contra Brandon Vera, o brasileiro dominou os três rounds para levar a vitória por decisão unânime dos jurados. Thiago conseguiu anular o rival para sair vitorioso com relativa facilidade.

No card preliminar do UFC 125, Diego Nunes teve um duelo complicado contra o norte-americano Mike Thomas Brown pela divisão até 66 kg (peso pena). O atleta da casa garantiu vantagem no primeiro assalto, mas foi derrotado nos dois seguintes, de acordo com os juízes. Assim, o brasileiro garantiu o resultado e confirmou o Brasil com duas vitórias no evento.