Esportes

Máquinas do Rally Dakar deixam a capital Buenos Aires

Da Redação ·
 Piloto espanhol Carlos Sainz acena para o público antes da largada
fonte: AFP/Alejandro Pagni
Piloto espanhol Carlos Sainz acena para o público antes da largada

A 33ª edição do Rally Dakar começou oficialmente neste sábado (1º), com a largada promocional diante de um grande público em Buenos Aires, na Argentina. Mas neste primeiro dia de competição ocorrerá apenas um deslocamento de 377 quilômetros até a cidade de Victoria, sem disputa por posição.

continua após publicidade

Assim, a disputa do rali mais famoso e perigoso do mundo começa mesmo para valer neste domingo (2), quando os 425 veículos inscritos na prova fazem o percurso entre as cidades argentinas de Victoria e Córdoba, com um total de 222 quilômetros de trecho cronometrado.

continua após publicidade

Ao todo, serão mais de 9.500 quilômetros a serem percorridos até o final do rali, marcado para o dia 15 de janeiro, com chegada novamente em Buenos Aires. Nesse período, os participantes passarão também pelo Chile e terão de enfrentar a altitude da Cordilheira dos Andes.

continua após publicidade

O piloto Guilherme Spinelli, o melhor brasileiro na última edição do rali, aposta em maior dificuldade neste ano.

- O Dakar desse ano será muito mais competitivo e difícil do que o de 2010, em função do maior número de equipes oficiais e do alto nível dos competidores.

continua após publicidade

Por conta da performance do ano passado, quando ficou em décimo entre os carros, Guilherme Spinelli e o navegador Youssef Haddad largaram no pelotão de elite da prova.

- Largar no pelotão de elite é uma sensação muito boa, estar ao lado dos melhores do mundo nos coloca em uma condição favorável.