Esportes

Jobson merece chance, diz presidente do Atlético-MG

Da Redação ·
O presidente Alexandre Kalil garantiu nesta quinta-feira que o Atlético Mineiro tem a confiança de que o atacante Jobson, que teve a sua contratação oficializada nesta quinta-feira, não trará problemas extra-campo ao clube. No Botafogo, o jogador se envolveu em várias polêmicas. Em 2009, na sua primeira temporada pelo time, Jobson foi flagrado em exame antidoping por consumo de cocaína. Suspenso, retornou ao clube carioca em 2010 e teve vários problemas durante o Campeonato Brasileiro, como ausência em treinos. Assim, foi afastado pelo técnico Joel Santana. Jobson chega ao Atlético-MG cedido por empréstimo de um ano, com os direitos econômicos fixados em valor não revelado. Kalil revelou que teve uma conversa com o atacante antes de acertar a contratação. "Jóbson... Conversei com ele. É um garoto. Era a chance que ele precisava", escreveu em seu perfil no Twitter - rede de microblogs na internet. Antes de Jobson, o Atlético-MG já havia se reforçado com os volantes Richarlyson e Toró, o lateral-direito Patric, o meia-atacante Wesley e o atacante Magno Alves, em contratações sempre confirmadas por Kalil no Twitter. E o dirigente deu a entender que o clube não deve anunciar reforços nos próximos dias. "Twitter de férias! Paz, paz, paz e saúde para todos. Volto dia 5!", escreveu.
continua após publicidade