Esportes

Marta brilha, mas é o Canadá quem vence quadrangular

Da Redação ·
 Marta tenta passar pela marcação canadense. Rainha fez gois gols, mas não adiantou
fonte: Google - imagem ilustrativa
Marta tenta passar pela marcação canadense. Rainha fez gois gols, mas não adiantou

Nem Marta deu jeito. Mesmo jogando bem e fazendo dois gols (um deles de placa), a Seleção Brasileira ficou no 2 a 2 com o Canadá, neste domingo à tarde no Pacaembu. Com o empate, a equipe norte-americana ficou com o título do Torneio Internacional Cidade de São Paulo de Futebol Feminino, pois tinha melhor saldo de gols. A competição, um quadrangular, teve ainda a Holanda em terceiro lugar e o México, em quarto. O Brasil saiu perdendo, Marta virou, mas Sinclair, num chute espetacular, empatou a partida, dando o título às canadenses.

continua após publicidade

Brasil aperta, e Canadá assusta

Um muro vermelho se armou à frente do gol de entrada do Pacaembu. Por mais que as meninas da Seleção Brasileira tentassem, era muito difícil transpor a barreira, formada por duas linhas, a primeira, mais perto do gol, de quatro. A segunda, com cinco jogadoras. No início, havia o ímpeto de buscar o resultado, tentando de algum jeito, se aproximar do gol. Marta dava dribles, aparecia para receber passes, ia à linha de fundo, acertava cruzamentos. No entanto, não parecia ninguém, nenhum pezinho sequer, para empurrar a bola para o gol. Tanto que, a não ser por causa de um chute de Rosana, a goleira Labbe não fez nenhuma grande defesa