Esportes

Mazembe admite superioridade da Inter de Milão na final

Da Redação ·
O Mazembe fez história nesta edição do Mundial de Clubes. Depois de surpreender o Pachuca e o Inter, o time do Congo se tornou o primeiro africano a disputar a final de uma competição adulta da Fifa. Por isso, nem a derrota para a Inter de Milão na decisão do título, neste sábado, em Abu Dabi, diminuiu o orgulho pela campanha na competição. Feliz com a campanha, o técnico do Mazembe reconheceu a superioridade adversária na final deste sábado, quando seu time perdeu por 3 a 0. "A Inter foi melhor do que nós e mereceu ganhar", afirmou Lamine N'Diaye. "Cometemos diversos erros táticos no começo e pagamos por isso, levando dois gols (a equipe italiana abriu 2 a 0 com 16 minutos de jogo)." Segundo Lamine N'Diaye, o Mazembe sofreu com o desgaste físico depois do esforço que fez para derrotar o Pachuca e o Inter nas fases anteriores do Mundial. "Do ponto de vista físico, meus jogadores estavam muito cansados, porque tivemos jogos muito difíceis. Talvez tenha sido essa a razão para termos cometidos tantos erros", explicou o treinador. Ele, no entanto, fez um balanço bastante positivo do histórico vice-campeonato mundial do Mazembe, inclusive da derrota na final deste sábado. "O placar poderia ter sido um pouco diferente, mas estamos aqui para aprender. Agora, vamos fazer todo o esforço possível para continuar melhorando", prometeu o treinador do time do Congo.
continua após publicidade