Esportes

Para Fernando Baiano, vitória tirou pressão do Al-Wahda

Da Redação ·

Autor do segundo gol da vitória de quarta-feira do Al-Wahda sobre o Hekari United, por 3 a 0, na estreia do Mundial de Clubes, o brasileiro Fernando Baiano exaltou o resultado. De acordo com ele, por estar atuando em casa, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, a sua equipe tinha muita pressão para a partida, mas, com o placar positivo, deve se tranquilizar para o próximo confronto.

continua após publicidade

"Esta é a primeira vez que joguei no Mundial de Clubes e havia muita pressão sobre nós. E eu acho que Hekari United jogou muito bem, especialmente no primeiro tempo", declarou o experiente atacante, de 31 anos.

continua após publicidade

Revelado pelo Corinthians, Fernando Baiano passou por grandes equipes no Brasil, como Internacional e Flamengo, jogou na Alemanha, no Wolfsburg, e por longo tempo na Espanha, no Málaga, Celta e Murcia. Há dois anos nos Emirados Árabes Unidos, ele afirmou que marcar um gol no Mundial foi mais uma realização em sua carreira.

continua após publicidade

"Meu sonho era jogar na Europa e eu fiz isso, e agora estou nos Emirados Árabes Unidos e marquei um gol no Mundial de Clubes. Já consegui muito na minha carreira e espero que ainda haja mais por vir", concluiu o atacante.

Com a vitória contra o Hekari, o Al-Wahda avançou para as quartas de final do torneio, na qual enfrentará neste sábado o Seongnam, da Coreia do Sul. Em caso de vitória, a equipe da casa duelará com a Inter de Milão por uma vaga na decisão.