Esportes

Para Niki Lauda, Red Bull erra em não priorizar Mark Webber

Da Redação ·
 Mark Webber (esquerda) deveria ter preferência na Red Bull em relação a Sebastian Vettel (direita), diz Niki Lauda
fonte: Getty Images
Mark Webber (esquerda) deveria ter preferência na Red Bull em relação a Sebastian Vettel (direita), diz Niki Lauda

A decisão da Red Bull de não escolher Mark Webber como seu candidato ao título, uma vez que o australiano está mais próximo do topo do Mundial, vem gerando críticas a equipe de pessoas ligadas à Fórmula 1. Para o tricampeão Niki Lauda (1975, 1977 e 1984), a escuderia tem de ajudar Webber se realmente quiser bater a Ferrari no Mundial.

continua após publicidade

Segundo colocado no campeonato, o australiano está a apenas 11 pontos do líder Fernando Alonso, enquanto o alemão Sebastian Vettel precisa vencer uma corrida e contar com a desistência do espanhol para superar os 25 pontos a mais do ferrarista.

continua após publicidade

Com estes dados, seria mais prudente para a Red Bull favorecer Webber, disse Lauda ao jornal britânico Daily Telegraph.

continua após publicidade

- A Red Bull tem que estabelecer a hierarquia de equipe agora. Se eles não apoiarem Webber, talvez eles fiquem sem o título.

Quem compartilha a mesma opinião do austríaco é o ex-piloto holandês Jos Verstappen.

continua após publicidade

- Apenas matematicamente Vettel pode ser campeão, mas como uma equipe, eles [Red Bull] têm de colocar todos os artifícios para ajudar Webber. Ele tem mais chance de vencer.

continua após publicidade

Verstappen ainda aproveitou deu uma cutucada na equipe austríaca.

- Claro que é uma posição difícil para a Red Bull, uma vez que todo o mundo sabe quem eles prefeririam que estivesse em melhor posição. É uma pena para Vettel, mas com a falha no motor dele no GP da Coreia do Sul, o campeonato dele se transformou em fumaça, literalmente.

Vettel, de apenas 23 anos, é considerado a "jóia" da Red Bull para os próximos anos. Webber, que completou 34 anos em agosto, renovou por um ano com a equipe, mas não garante a sua presença na Fórmula 1 em 2012.