Esportes

Serginho põe em dúvida volta à seleção brasileira de vôlei

Da Redação ·

Presente na seleção brasileira masculina de vôlei desde o início da Era Bernardinho, em 2001, o líbero Sergio Escadinha desfalcou a equipe nacional este ano devido a uma cirurgia para curar uma hérnia de disco. E pode não mais voltar: ainda sem saber se voltará ao mesmo nível de antes, o jogador cogita a hipótese de pedir dispensa de futuras convocações.

continua após publicidade

- Seleção é uma coisa a se pensar, não sei se continuo a minha trajetória lá. Acho que as peças precisam ser renovadas.

continua após publicidade

O atleta, que completou 35 anos há duas semanas, disse não ter conversado com Bernardinho nos últimos meses.

continua após publicidade

- Preciso ver se vou estar bem, não quero atrapalhar. Quero ver nesta Superliga se vou estar bem de perna, como as minhas costas vão reagir.

Serginho é considerado um dos melhores líberos do vôlei mundial, mas afirma que nunca teve lugar cativo na seleção. Ele elogiou a atuação de seu substituto, Mario Jr., durante a conquista do tricampeonato mundial.

continua após publicidade

- Gostei, mas não é surpresa para mim, está em boas mãos. Acho que o Mario não fez um Mundial tão brilhante, mas fez uma semifinal e uma final brilhante. Isto é que importa.

continua após publicidade

O jogador confessou ainda ter assistido a quase todas as partidas da seleção no Mundial. Bem-humorado, ele revela que faltou apenas uma.

continua após publicidade

- Só não vi a final porque eu não quis. Não tinha visto a final da Liga Mundial e deu sorte, então não quis assistir e fui para o Pacaembu. Aí o Corinthians tomou lá [na derrota por 4 a 3 para o Atlético-GO].

De volta às quadras desde o último sábado (23), quando fez sua estreia pelo Sesi com uma derrota por 3 a 1 para a Medley/Campinas, Serginho acredita em uma rápida recuperação.

Eu acho que preciso de mais uns dois jogos para pegar um ritmo legal mesmo, até porque não acho que joguei tão mal, especialmente para quem estava há cinco meses sem atuar. Preciso pegar mais reflexo, mas com uns dois jogos e uma semana de treinos também, eu volto legal.