Esportes

Felipão fecha o ano sem vencer nenhum clássico com o Palmeiras

Da Redação ·
 Felipão ainda não conseguiu vencer um clássico desde que retornou ao Palmeiras
fonte: googleimagens.com
Felipão ainda não conseguiu vencer um clássico desde que retornou ao Palmeiras

Um dos técnicos de currículo mais rico entre todos os que trabalham no Campeonato Brasileiro, Luiz Felipe Scolari fecha o ano sem conseguir ganhar nenhum clássico paulista. E esse mau desempenho nos jogos contra os três maiores rivais foi fatal para afastar o Palmeiras da briga pelo título.

continua após publicidade

A derrota deste domingo (24) para o Corinthians, no Pacaembu, foi a terceira em seis partidas contra os três maiores rivais. O time obteve ainda uma vitória e dois empates, fechando a temporada de clássicos com apenas cinco pontos em 18 possíveis, com 27,7% de aproveitamento. Com Felipão, esse índice é ainda menor: dois pontos em quatro jogos, desempenho de 16,6%.

continua após publicidade

O primeiro clássico de Felipão foi no empate por 1 a 1 contra o Corinthians, no primeiro turno. No segundo, outro 1 a 1, com o Santos, e derrotas para São Paulo e Corinthians.

continua após publicidade

A única vitória do Palmeiras em clássicos neste Brasileiro veio no primeiro turno, 2 a 1 sobre o Santos. Felipão havia sido apresentado no mesmo dia, mas era o auxiliar Flávio Murtosa que estava no banco comandando o time. Antes da Copa, com o interino Jorge Parraga comandou a equipe na derrota para o São Paulo, no primeiro turno.

A comparação com a primeira passagem de Felipão pelo Palestra Itália é matadora: no segundo semestre de 1997, durante o Brasileiro daquele ano, o Palmeiras fez cinco clássicos paulista, com três vitórias e dois empates: venceu o São Paulo por 2 a 0, empatou com o Corinthians por 2 a 2, goleou o Santos por 5 a 0 na primeira fase e, no quadrangular semifinal, mais dois jogos com o Peixe: 3 a 3 e 1 a 0. Aquele time acabou como vice-campeão brasiliero.

continua após publicidade

Os sem-vitória

continua após publicidade

Felipão entrou para o grupo nada honroso dos técnicos que passaram pelos quatro grandes paulistas em 2010 sem vencer nenhum clássico. O Palmeiras tem outros dois integrantes: Muricy Ramalho, hoje no Fluminense, trabalhou no primeiro duelo contra o Corinthians em 2010, pelo Paulistão, com derrota alviverde por 1 a 0; e Parraga foi interino em cinco jogos, entre eles a derrota para o São Paulo.
 

continua após publicidade

O Santos também “contribuiu” para esse grupo com Marcelo Martelotte, derrotado nos dois clássicos que disputou, contra Corinthians e São Paulo.

Os outros dois rivais não tiveram esse problema: todos os que estiveram no cargo conseguiram ganhar pelo menos um clássico. No Corinthians, a lista inclui Mano Menezes, Adilson Batista e Tite, que estreou neste domingo com vitória sobre o Palmeiras.

No São Paulo, Ricardo Gomes só ganhou o já citado clássico contra o Palmeiras, no primeiro turno, em toda sua passagem de pouco mais de um ano pelo clube. O interino Sérgio Baresi também bateu o Verdão, já no segundo turno, e mesmo o recém-chegado Paulo César Carpegiani conseguiu um triunfo contra o Santos na semana passada.