Esportes

Atleta jandaiense é destaque no Mundial de Vôlei pela Espanha

Da Redação ·

Nascido em Jandaia do Sul e apucaranense de coração, o ponteiro Marlon Palharini, 26 anos, que defende a seleção espanhola, foi um dos destaques do Campeonato Mundial de Vôlei, encerrado no último domingo na Itália. A Seleção Brasileira conquistou o título ao derrotar os cubanos por 3 sets a 0.

continua após publicidade

A seleção da Espanha, que enfrentou o Brasil na primeira fase do Campeonato Mundial (os brasileiros venceram por 3 sets a 1), acabou sendo eliminada na terceira etapa da competição não conseguindo passar para a semifinal. Porém, a campanha foi considerada como boa, pois os espanhóis ficaram entre as doze melhores seleções do Mundo.

continua após publicidade

Nas fases classificatórias da competição na Itália, a Espanha realizou sete jogos, obtendo três vitórias e sofrendo quatro derrotas. A equipe de Marlon venceu as seleções da Tunísia, Rússia e Egito, perdendo para Cuba (duas vezes), Brasil e Bulgária.

continua após publicidade

Filho da ex-atleta amadora Fabíola e do bancário Dionísio Palharini, que residem em Apucarana, Marlon começou a jogar voleibol no Colégio Mater Dei, sendo revelado pelo professor Adilson Franco de Souza, o Sassá, que já comandou as seleções apucaranenses feminina e masculina da modalidade. No Mater Dei, o atleta disputou os Jogos Colegiais do Paraná (Jocop´s).

Em 2000, o jogador passou na peneirada da equipe do Banespa-SP. Neste clube, o jandaiense atuou ao lado de Sidão e Murilo, que foram campeões no último final de semana defendendo o Brasil. Ainda em São Paulo, por um ano, jogou no time de São José dos Campos.

continua após publicidade

Em 2003, se transferiu para o voleibol da Espanha jogando na equipe do Tenerife. Como tem dupla cidadania foi convocado para defender a seleção daquele país. No selecionado espanhol há mais de quatro anos, Marlon já disputou a Liga Europeia, o Campeonato Europeu, a Liga Mundial e o Campeonato Mundial.