Esportes

Após título mundial, Bernardinho reassume a Unilever

Da Redação ·
 Bernardinho
fonte: google.com
Bernardinho

Depois de ter levado a seleção brasileira masculina de vôlei ao título no Mundial da Itália, no dia 10 de outubro, o técnico Bernardinho reassumiu nesta segunda-feira o comando da Unilever, já pensando na preparação da equipe para a disputa do Campeonato Carioca e da Superliga Feminina.

continua após publicidade

Assim que acabou o Mundial na Itália, Bernardinho passou uns dias descansando com a família na Europa. Mas, antes de se apresentar nesta segunda-feira, ele revelou que utilizou o fim de semana para se atualizar das novidades do vôlei feminino e do calendário de competições da Unilever.

continua após publicidade

"Com calma, vou, pouco a pouco, tomar pé de toda a situação. Primeiro, vamos disputar o Campeonato Carioca, que deve começar no início de novembro, e depois a Superliga, em que já teremos o time completo, incluindo as jogadoras da seleção (o Brasil disputará o Mundial do Japão a partir da semana que vem). Vou aproveitar esse momento para observar, estabelecer metas", afirmou Bernardinho.

continua após publicidade

Já andando sem muletas, depois da cirurgia que fez no tendão de Aquiles no final de agosto, Bernardinho revelou que procura trazer experiências adquiridas no vôlei masculino para o feminino, num processo que ele tem repetido nos últimos anos. "Faço um intercâmbio de ideias. Agora, por exemplo, vou buscar adequar algumas questões táticas para o time da Unilever", revelou.

Para a disputa da Superliga, cujo início será em novembro, Bernardinho prevê muito equilíbrio, com leve favoritismo do Vôlei Futuro e do Osasco. "Essas duas equipes são, no papel, as mais fortes da competição. Em um segundo escalão teremos Unilever, São Caetano, São Bernardo, Minas e Pinheiros. O time de Macaé montou um grupo bem legal e também deverá conseguir bons resultados", avaliou.