Esportes

Ronaldo é a esperança de vida nova ao Corinthians

Da Redação ·

Com Ronaldo em campo, o Corinthians define neste domingo qual o rumo tomará no Campeonato Brasileiro. Sob enorme pressão da torcida, que não admite outro tropeço após seis jogos sem vitória e cobrou, rispidamente, os jogadores na última sexta-feira, o time precisa acabar com o jejum diante do Guarani, às 16 horas, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, para voltar à briga pelo título. Novo deslize praticamente o limita à luta pela Libertadores, o que tornaria o ano do centenário um enorme fracasso.

continua após publicidade

Desde o dia 2 de dezembro de 2007, quando entrou no estádio Olímpico, em Porto Alegre, necessitando ganhar do Grêmio para não ser rebaixado (só empatou e caiu para a Série B), o Corinthians não era tão pressionado. Para piorar, o Guarani costuma endurecer a vida de seus visitantes.

continua após publicidade

Depois de fazer de tudo e não conseguir abafar a crise, o Corinthians apela a seu último antídoto: os gols do ainda gordinho Ronaldo, sem jogar faz 10 rodadas e quase um anônimo neste Brasileirão. "É o melhor momento para voltar", disse ele, que sofre com as lesões musculares e retorna para retribuir o carinho dos corintianos, sempre o apoiando apesar da ausência.

continua após publicidade

Ronaldo confia na marcação de gols para garantir as vitórias em 2010 e também em 2011, com o intuito de fazer jus ao apelido de Fenômeno na reta final da carreira. A aposentadoria, anunciada por ele na quinta-feira, será em dezembro de 2011, no clube de Parque São Jorge.

Acostumado a atuar ao lado de Dentinho e Jorge Henrique (ambos estão machucados), está na dúvida sobre quem será seu parceiro neste domingo. Iarley, poupado na sexta, é o favorito, mas Defederico corre por fora. Preferência? "Já joguei com todos e, sem desmerecimento a eles, o importante é estar dentro de campo. Me adapto bem a qualquer um que estiver a meu lado".