Esportes

Equipes pensam em abolir treinos de sexta na F-1

Da Redação ·

A inusitada situação do Grande Prêmio do Japão, no qual os pilotos tiveram a definição do grid no mesmo dia que a corrida, por causa da chuva, despertou nas equipes a vontade de mudar o formato dos finais de semana da Fórmula 1.

continua após publicidade

Com treinos de sexta-feira, classificação no sábado e corrida no domingo, os times acreditam que a atual fórmula é um pouco chata para os espectadores.

continua após publicidade

Durante uma reunião da Fota (Associação das Equipes da F-1) em Suzuka, alguns chefes dos times trouxeram à tona a discussão de adotar o formato utilizado no Japão, com um final de semana de dois dias, para trazer mais emoção à disputa.

continua após publicidade

Apesar de concordarem que seria uma boa medida, os dirigentes admitiram que os treinos de sexta são importantes para os pilotos fazerem os acertos finais no carro e também se adaptarem à pista. Por isso, sugeriram que o dia seja melhor aproveitado em vez de excluído.

Chefe da Red Bull, Christian Horner deu sua opinião.

continua após publicidade

- Acho que [esse formato] funcionou bem em condições difíceis no Japão, mas o que poderia ser visto é talvez o fato de reduzirmos a sexta-feira. Eu ainda prefiro a classificação no sábado e a corrida no domingo. Mas com certeza podemos fazer mais nas sextas. Talvez, se você fizer verificações ou der oportunidades para jovens pilotos.

continua após publicidade

Já o chefe da Sauber, Monisha Kaltelborn, acredita que é difícil as coisas mudarem na F-1, mas concordou na necessidade de mudanças na categoria para tornar as corridas mais emocionantes.

- Os chefes de equipe conversaram sobre o fim de semana de dois dias e eles não veem isso acontecer. Nós não queremos aumentar as corridas para mais de 20, porque isso tem consequências no corpo de funcionários, mas precisamos fazer algo para que o fim de semana de corridas seja mais atraente.