Esportes

Djokovic bate Ferrer e fatura bicampeonato em Pequim

Da Redação ·

Cabeça de chave número 1, o sérvio Novak Djokovic confirmou o seu favoritismo e faturou neste segunda-feira o título do Torneio de Pequim, na China, ao derrotar o espanhol David Ferrer por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4. Djokovic bate Ferrer e fatura bicampeonato em Pequim e chega embalado para a disputa do Masters 1000 de Xangai, nesta semana.

continua após publicidade

O número 2 do mundo dominou o primeiro set da partida, que deveria ter sido disputada no domingo e foi adiada por conta da chuva, e realizou uma reação impressionante na segunda parcial para ser campeão em Pequim. No segundo set, ele chegou a estar perdendo por 4/2.

continua após publicidade

Em 3/4, ele quebrou o saque de Ferrer para empatar a parcial. Depois, venceu dois games seguidos para triunfar por 6/4. "Eu comecei muito bem, mas então eu perdi o ímpeto, eu perdi o ritmo, e voltei para o jogo com alguns erros não-forçados", disse Djokovic, que converteu quatro dos seis break-points e teve o serviço quebrado apenas uma vez para vencer a partida em 1 hora e 24 minutos.

continua após publicidade

A vitória desempatou o confronto direito entre Djokovic e Ferrer, com o sérvio acumulando cinco vitórias e quatro derrotas. "Não foi um jogo muito bom de ambos os lados. Cometemos um monte de erros não-forçados, especialmente ele. Ele fez minha vida um pouco mais fácil no final do segundo set, quando, com seus erros não-forçados, voltei para o set", disse o tenista sérvio.

Djokovic, que foi vice-campeão no último mês do US Open, disse que estava satisfeito com a evolução do seu saque, o que ele diz ser responsável pela sua boa fase desde Wimbledon. "Este é definitivamente um impulso de confiança para mim. Nos últimos dois, três meses me senti muito mais confortável e confiante na quadra, com o serviço e um jogo agressivo funcionando para mim, o que é uma grande coisa", disse. "Vamos ver se consigo manter. Estou com muita energia e saudável".

continua após publicidade

Ferrer apontou o oitavo game do segundo set como decisivo para a sua derrota na final do Torneio de Pequim. "Eu tive minha chance aqui, mas não consegui", disse o espanhol, de 28 anos, que foi à final ao bater o croata Ivan Ljubicic por 2 sets a 1 na semifinal de sábado. "Talvez, quando eu perdi esse game, eu perdi um pouco a minha concentração e não consegui voltar e jogar regularmente novamente".