Esportes

Brasil leva susto, mas vence a Itália e está na final do Mundial

Da Redação ·
 Oposto brasileiro foi o destaque da seleção em quadra
fonte: AFP
Oposto brasileiro foi o destaque da seleção em quadra

A seleção brasileira masculina de vôlei está na final do Campeonato Mundial. O time de Bernardinho fez 3 sets a 1 na Itália, com parciais de 25/15, 25/22, 23/25 e 25/17 e garantiu a sua vaga na decisão. O Brasil busca o seu terceiro título mundial contra Cuba neste domingo, às 16h (horário de Brasília).

continua após publicidade

A partida deste sábado teve um gosto de revanche para os brasileiros. No Mundial de 1990, no Rio de Janeiro, a Itália venceu a seleção por 3 sets a 2 na semifinal. Agora, foi a vez de o Brasil dar o troco na casa dos adversários, diante de um ginásio lotado em Roma.

O confronto desta tarde colocou em quadra um duelo de gerações, já que os italianos dominaram o cenário mundial nos 90 e, nos últimos 10 anos, quem lidera é o Brasil. O clima foi o que todos esperavam: muita rivalidade e provocação. A arbitragem cometeu diversos erros que favoreceram os donos da casa e a seleção nacional chegou a perder a concentração no segundo e terceiro sets.

continua após publicidade

Além disso, o Brasil, que jogou grande parte do Mundial apenas com Bruninho como levantador, perdeu seu titular. Em uma jogada no segundo set, Murilo pisou no pé esquerdo de Bruno, que não aguentou e teve que ser substituido. A responsabilidade ficou para Marlon, que perdeu jogos da primeira fase se recuperando de uma grave inflamação no intestino e havia entrado em quadra apenas em algumas inversões.Neste sábado, ele entrou e ficou em quadra até o final da partida.

Entretanto, o Brasil superou as vaias da torcida, as confusões da arbitragem, o susto na derrota no terceiro set e venceu o duelo. Com melhor atuação neste Campeonato Mundial, Leandro Vissotto foi o nome da seleção brasileira. Ele havia passado alguns jogos apagado, vendo os ponteiros Dante e Murilo decidirem.

Neste sábado foi diferente. Vissotto se manteve bem em toda a partida, forçou no ataque e terminou como o maior pontuador, com 24 acertos (21 no ataque, dois no bloqueio e um ace). Outro destaque foi Marlon, que chegou a ter sua participação no Mundial ameaçada, entrou e distribuiu bem para a seleção. Do lado italiano, o maior pontuador foi o também oposto Alessandro Fei, com 20 bolas no chão (19 ataques e um bloqueio).

continua após publicidade


Depois da revanche sobre os italianos, o Brasil busca dar o troco em Cuba. Os caribenhos venceram a seleção na primeira fase do torneio, por 3 sets a 2. A partida que decide o novo campeão mundial será neste domingo, mais uma vez em Roma.

Outros lugares do Mundial já foram definidos. A Rússia ficou com a quinta colocação ao bater os Estados Unidos, que terminaram em sexto, nesta tarde por 3 sets a 0 (25/19, 25/21 e 25/19). Já a Bulgária fez 3 a 0 na Alemanha 26/24, 26/24 e 25/21) e ficou com a sétima colocanção, deixando os espanhóis na oitava. Para fechar os resultados do dia, a Argentina bateu a República Tcheca por 3 sets a 1 (25/22, 18/25, 25/21 e 25/22) e encerrou o Mundial em nono lugar.