Esportes

Atlético-MG ganha e amplia má fase do Corinthians

Da Redação ·
 Após voltar de contusão, o atacante Dentinho não aguentou nem 10 minutos em campo.
fonte: torcedorparanista.blogspot.com
Após voltar de contusão, o atacante Dentinho não aguentou nem 10 minutos em campo.

O Atlético-MG conseguiu uma importante vitória de virada sobre o Corinthians, na noite de quarta-feira, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG). Na luta para sair da zona de rebaixamento, o time mineiro fez 2 a 1 e ampliou a má fase corintiana no Brasileirão - já são quatro jogos seguidos sem ganhar, sendo dois empates e duas derrotas.

continua após publicidade

O Corinthians podia assumir a liderança do Brasileirão nesta quarta-feira. Como o Fluminense perdeu para o Santos na abertura desta 28ª rodada, bastava ganhar do Atlético-MG. Mas, com a derrota em Sete Lagoas, o time paulista segue com 49 pontos, três atrás do líder, e ainda corre o risco de perder a segunda posição para o Cruzeiro, que joga nesta quinta.

continua após publicidade

Para o Atlético-MG, a virada sobre o Corinthians representou a segunda vitória seguida, no quarto jogo sob o comando do técnico Dorival Júnior, contratado para substituir o demitido Vanderlei Luxemburgo. Apesar de continuar na zona de rebaixamento do campeonato, o time mineiro chegou aos 28 pontos e ganhou confiança para lutar contra a queda para a Série B.

continua após publicidade

Na base da empolgação, o Atlético-MG começou melhor. Assim, quase abriu o placar aos cinco minutos, quando Diego Souza fez fila na defesa corintiana, mas o zagueiro Thiago Heleno conseguiu cortar o cruzamento que deixaria o atacante Ricardo Bueno livre para marcar. Após a pressão inicial do adversário, o Corinthians logo passou a dominar o jogo.

Voltando a jogar após ficar dois meses se recuperando de lesão muscular na coxa esquerda - foram 13 partidas afastado, desde o dia 8 de agosto -, o atacante Dentinho não aguentou nem 10 minutos em campo. Com dores na coxa direita, foi substituído por Danilo. Apesar disso, o Corinthians encontrou espaço na defesa atleticana e começou a criar chances.

continua após publicidade

A primeira grande chance corintiana veio aos 19 minutos, quando Roberto Carlos acertou belo lançamento para Iarley, que apareceu livre na área e acabou chutando em cima do goleiro do Atlético-MG. Aos 30, Bruno César também teve boa oportunidade para abrir o placar, mas Renan Ribeiro fez a defesa novamente. O gol parecia ser uma questão de tempo.

continua após publicidade

Assim, o Corinthians acabou marcando seu gol aos 43 minutos, quando o Atlético-MG já não tinha mais o meia Ricardinho, que sentiu uma lesão e foi substituído por Renan Oliveira. Aproveitando buraco no lado esquerdo da defesa atleticana, Alessandro cruzou para a área. O goleiro saiu mal e o volante Paulinho escorou a bola de peito para fazer 1 a 0.

continua após publicidade

No intervalo, Dorival Júnior colocou o time do Atlético-MG no ataque, ao trocar o lateral Diego Macedo pelo atacante Obina. E teve uma boa chance logo no primeiro minuto, quando o zagueiro Lima cabeceou e a bola passou raspando a trave. O empate, porém, saiu apenas aos 15. No lance, Serginho bateu escanteio e o zagueiro Werley marcou o gol de cabeça.

O jogo teve um fato curioso aos 27 minutos. Enquanto fazia aquecimento na lateral do campo, o reserva atleticano Fernandinho reclamou de uma marcação da arbitragem. O assistente ouviu e avisou o árbitro Evandro Rogério Roman, que deu o cartão vermelho ao jogador que estava no banco. Assim, Dorival Júnior perdeu uma opção para mexer no time do Atlético-MG.

continua após publicidade

Sem muita criatividade para criar jogadas, o Atlético-MG voltou a utilizar a bola aérea para conseguir a virada. Aos 32 minutos, Serginho cobrou falta e o volante Zé Luís apareceu sozinho na área corintiana para marcar de cabeça, fazendo 2 a 1 no placar. Depois disso, o Corinthians não teve mais forças para buscar o empate e acabou amargando a derrota.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA:

continua após publicidade

Atlético-MG 2 x 1 Corinthians

Atlético-MG - Renan Ribeiro; Diego Macedo (Obina), Lima, Werley e Eron; Zé Luís, Alê, Serginho e Ricardinho (Renan Oliveira); Ricardo Bueno (Neto Berola) e Diego Souza. Técnico: Dorival Júnior.

continua após publicidade

Corinthians - Júlio César; Alessandro, Thiago Heleno, William e Roberto Carlos (Leandro Castán); Paulinho, Moacir, Jucilei e Bruno César; Iarley (Souza) e Dentinho (Danilo). Técnico: Adilson Batista.

Gols - Paulinho, aos 43 minutos do primeiro tempo. Werley, aos 15, e Zé Luís, aos 32 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Evandro Rogério Roman (Fifa/PR).

Cartão amarelo - Danilo e Diego Souza.

Cartão vermelho - Fernandinho.

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).