Esportes

Corinthians tenta se superar contra o Atlético-MG

Da Redação ·
 Até agora, tudo foi confirmado, mas as seguidas baixas começam a evidenciar uma carência de reposição e a comprometer o trabalho do técnico Adilson Batista
fonte: Globo Esporte.com
Até agora, tudo foi confirmado, mas as seguidas baixas começam a evidenciar uma carência de reposição e a comprometer o trabalho do técnico Adilson Batista

Os dirigentes do Corinthians não foram às compras na abertura da janela de transferências, garantindo que o plantel do clube sempre foi forte, que "estava fechado" até o fim do ano e "brigaria pelo título" do Campeonato Brasileiro. Até agora, tudo foi confirmado, mas as seguidas baixas começam a evidenciar uma carência de reposição e a comprometer o trabalho do técnico Adilson Batista. Nesta quarta-feira, às 21h50, em Sete Lagoas (MG), a equipe visita o Atlético Mineiro sem metade de seus titulares e com a obrigação de quebrar jejum de três jogos sem triunfos para não ver o Fluminense disparar na ponta e o Cruzeiro superá-lo.

continua após publicidade

São baixas importantes no elenco - como o volante Ralf, o zagueiro Chicão e os atacantes Ronaldo e Jorge Henrique, machucados, além do volante Elias na seleção. Há, ainda, a precaução em cima dos laterais Alessandro e Roberto Carlos e do capitão William, sentindo o desgaste da maratona de 15 jogos em 51 dias.

continua após publicidade

Superação, então, virou palavra de ordem diante dos mineiros. Na temporada, os alvinegros ainda não somaram quatro partidas seguidas sem triunfos, o que pode acontecer nesta quarta, e a ordem é "dar a vida em campo" para apagar a má impressão deixada após dois empates seguidos no Pacaembu (contra Botafogo e Ceará).

continua após publicidade

Na conta do treinador, a derrota para o Grêmio, além dos empates diante de Botafogo e Ceará, aliado a um pontinho que estava garantido até o fim no empate com o Internacional, em Porto Alegre, poderiam estar na conta do clube alvinegro se houvesse um pouco mais de atenção. Para não repetir as falhas, ele fechou o treino desta terça e escondeu a escalação, no tradicional "deixa o Dorival (Júnior, técnico do Atlético) pensar um pouco". De confirmação, apenas, a volta de Dentinho, após quase dois meses tratando de lesão.

O atacante, porém, não foi confirmado se começa ou entra no decorrer do jogo. Com a lesão grave de Jorge Henrique, Adilson tem apenas Iarley para escalar na frente e pode antecipar o retorno de Dentinho. O atacante não atua desde o dia 8 de agosto - 13 partidas -, na vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo, e ainda carrega uma incômoda marca na competição, a de não ter marcado gols, o que gera algo engraçado: precisando vencer, o Corinthians aposta em um atacante que não faz gols.

continua após publicidade

Defederico ou Danilo seriam outras opções para entrar desde o início, na armação, com o deslocamento de Bruno César para o ataque. "Não podemos ressuscitar o Atlético Mineiro. Vamos para lá para atropelar", exagerou, na última segunda, o volante Paulinho, um dos jogadores que ganharam posição. Ele será o primeiro volante, na vaga de Ralf. No lugar de Elias, podem aparecer Danilo, Boquita, Edu, Defederico... E William deve voltar à zaga.