Esportes

Carpegiani está de volta ao São Paulo

Da Redação ·
 Carpegiani assumirá o cargo a partir de hoje
fonte: Mauricio Mano / Site Oficial do CAP
Carpegiani assumirá o cargo a partir de hoje

O presidente Juvenal Juvêncio anunciou na quinta-feira que estava procurando um treinador para o lugar de Sérgio Baresi. E ele foi anunciado no início da tarde de ontem. Paulo César Carpegiani, que passou pelo clube em 1999, deixou o Atlético-PR e assinou contrato até o fim de 2011. A apresentação oficial será hoje à tarde, no CT da Barra Funda, e o técnico já avisou que comandará o time contra o Vitória, quarta-feira, na Arena Barueri, já que o Morumbi, no mesmo dia, receberá o show de Bon Jovi.

continua após publicidade


A contratação de Carpegiani surpreendeu até mesmo aos dirigentes mais próximos do presidente, como o vice Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. A negociação, fechada na manhã de ontem, foi conduzida diretamente por Juvenal. A proposta, segundo o técnico disse para justificar sua saída ao presidente do Atlético-PR, Marcos Malucelli, foi irrecusável. O São Paulo desembolsará R$ 300 mil por mês. 

O dirigente do clube paranaense não está magoado com Carpegiani, mas pediu para ao menos receber uma ligação de alguém do Tricolor para dizer porque procuraram um treinador empregado, sem antes consultá-lo. Os dois clubes não têm uma relação muito boa faz alguns anos. 

continua após publicidade

Só com o filho. Carpegiani, que dará uma coletiva em Curitiba para explicar sua saída, vai trazer apenas o seu filho, Rodrigo, que será o seu auxiliar. A comissão não sofrerá mudanças, exceção feita ao interino Sérgio Baresi, que comandou o time em 14 partidas no Brasileiro, e o seu auxiliar Nelson, que voltam a trabalhar em Cotia, na formação de atletas.

Em sua segunda passagem pelo Morumbi, o treinador terá como missão recolocar nos trilhos um time que parece atordoado e que está na metade da tabela do Brasileiro, com poucas chances de brigar por uma vaga na Libertadores e que precisa se preocupar mais em não se aproximar da zona de rebaixamento. 

E planejar o próximo ano. Carpegiani promete continuar aproveitando os jovens valores do clube. "Vou dar atenção especial às categorias de base, como sempre fiz. Muita atenção nisso. Gosto de futebol jovem. Se tiver qualidade, comigo vai jogar." 

continua após publicidade

Sem títulos. O treinador registrou um bom rendimento em sua primeira passagem pelo São Paulo. Ao todo, ele dirigiu o Tricolor em 67 jogos na temporada de 1999, com 40 vitórias, nove empates e 18 derrotas. Um aproveitamento de 64,1%.

Porém, não conquistou nenhum título, ficando marcado pelas eliminações na semifinal do Paulista e do Brasileiro para o Corinthians. O time também caiu nas oitavas de final da Copa do Brasil para o Botafogo.


PARA LEMBRAR

continua após publicidade

Em 1999, ficou conhecido como "Professor Pardal"

Paulo César Carpegiani ganhou um apelido em sua primeira passagem pelo São Paulo, em 1999: Professor Pardal, alusão às suas "invenções" táticas, nem sempre bem-sucedidas. Ele também pode ser lembrado pela polêmica envolvendo o goleiro Roger, que posou nu para uma revista gay. O técnico barrou jogador, que depois deixou o clube.
Gaúcho de Erechim, Carpegiani tem 61 anos. Suas principais conquistas foram com o Flamengo: Taça Libertadores e Mundial Interclubes (1981) e Campeonato Brasileiro (1982). No ano passado, levou o Vitória ao título baiano. No exterior, foi campeão paraguaio com o Cerro Porteño, em 1994, e dirigiu a seleção paraguaia na Copa de 1998.