Esportes

Grêmio derrota o São Paulo e volta a vencer em casa

Da Redação ·
O Grêmio voltou a vencer em casa na noite desta quarta-feira
fonte: Arquivo
O Grêmio voltou a vencer em casa na noite desta quarta-feira

Após dois tropeços no Olímpico, o Grêmio voltou a vencer em casa na noite desta quarta-feira e manteve o seu bom momento no Campeonato Brasileiro. Diante do São Paulo, pela 26.ª rodada, o time gaúcho somou a sua segunda vitória seguida ao ganhar por 4 a 2, com uma boa atuação e mostrando grande poder ofensivo. André Lima marcou dois.

continua após publicidade

O resultado deixa o Grêmio na nona posição, com 36 pontos, se recuperando depois de um início ruim. Com Renato Gaúcho no comando, a equipe faz a melhor campanha do segundo turno. Já o São Paulo segue em baixa, após perder por 3 a 0 para o Goiás, em casa. Com 34 pontos, o time está em décimo na tabela.

continua após publicidade

Pela próxima rodada, ambas as equipes jogam no sábado. Às 16 horas, o Grêmio visita o Vitória no Barradão, em Salvador. Douglas e André Lima estão suspensos. O São Paulo, que não terá Alex Silva e Casemiro pelo mesmo motivo, vai até a Ressacada, em Florianópolis, pegar o Avaí, às 21 horas.

continua após publicidade

No duelo desta quarta, ambas as equipes tiveram que superar vários desfalques. O Grêmio não teve Souza, Fábio Rochemback e Borges lesionados, além de Fábio Santos, Gabriel e Fernando suspensos. No São Paulo, Fernandão, Ilsinho e Junior Cesar seguem machucados e Jorge Wagner estava suspenso. Mas a superioridade gremista foi clara, impondo um futebol ofensivo, só tendo a vitória ameaçada por poucos lances isolados do rival.

O JOGO - O Grêmio começou melhor a partida, buscando mais o ataque e com objetividade. O São Paulo, por sua vez, se mantinha recuado e apostava no toque de bola com calma para chegar ao gol adversário. A estratégia gremista, porém, se mostrou mais acertada, com o time são-paulino levando perigo no início apenas numa cobrança de falta de Carleto.

continua após publicidade

O Grêmio criou a sua primeira chance real de gol aos 15 minutos, quando André Lima cabeceou o cruzamento de Jonas por cima do gol, com perigo. Na sequência, Lúcio, que atuou como meia, foi lançado na área e bateu cruzado para a boa defesa de Rogério Ceni.

continua após publicidade

O confronto seguiu truncado nos minutos seguintes, mas logo os gols começaram a sair. Depois que Jonas já tinha perdido boa oportunidade, André Lima não desperdiçou aos 29 minutos. Em cobrança de escanteio, Paulão desviou na segunda trave e André Lima apareceu livre no meio para só empurrar às redes.

continua após publicidade

O gol animou o Grêmio, que seguiu melhor no jogo. E André Lima voltou a marcar dez minutos depois de inaugurar o marcador. Em cobrança de falta na intermediária, Edílson alçou a bola na área e o atacante gremista novamente apareceu sem marcação. Com um leve desvio de cabeça, André Lima colocou 2 a 0 no placar.

Só no final do primeiro tempo o São Paulo tentou sair mais para o jogo. E foi premiado. Marlos tocou, recebeu na frente, já dentro da área, e foi derrubado por Paulão e Gilson. No entanto, apenas o primeiro foi responsabilizado pelo pênalti, inclusive recebendo o amarelo. Aos 42, Rogério Ceni bateu bem, no canto oposto de Victor.

continua após publicidade

Mesmo vencendo por 2 a 1, o Grêmio voltou com uma postura ofensiva para a etapa complementar. Já o São Paulo veio modificado, com Cléber Santana no lugar de Carleto. Assim, Baresi deslocou Richarlyson para a lateral esquerda. A mudança não mudou a maneira de jogar do time, mas a equipe chegou ao empate em um lance individual.

continua após publicidade

Aos seis minutos, Marlos fez tudo sozinho. Ele recebeu na lateral, foi para o meio e carregou a bola até achar o espaço para o chute. Já na meia-lua, bateu colocado, tirando de Victor, que ainda pulou na bola mas não alcançou. Com o empate, surpreendentemente, o São Paulo dominou o jogo por alguns minutos e parecia perto da virada.

continua após publicidade

Mas o momento melhor dos são-paulinos durou pouco. Logo o Grêmio retomou o controle para confirmar a vitória em casa, sempre buscando o ataque. Pressionando, o time gaúcho ainda contou com o pênalti infantil cometido por Cléber Santana. Ele tentou tirar o perigo da área e chutou na própria mão. Aos 23, Jonas fez uma cobrança perfeita e recolocou os anfitriões em vantagem.

Com o São Paulo acuado, o Grêmio aproveitou para garantir de vez o triunfo merecido. Diego, que tinha acabado de entrar, assim como William Magrão - nos lugares de André Lima e Adílson, respectivamente -, fez o quarto com 29 minutos. Lúcio bateu fraco de dentro da área, Rogério falhou e deu rebote, que Diego completou.

continua após publicidade

Até o apito final no Olímpico, o time gremista seguiu dominando e tentando o quinto gol. Para isso, ainda foi beneficiado pela expulsão do zagueiro Alex Silva, após receber o segundo amarelo. Com um a menos, o São Paulo praticamente não esboçou sinal de reação.

continua após publicidade

Ficha técnica:

continua após publicidade

Grêmio 4 x 2 São Paulo

Grêmio - Victor; Vilson, Paulão e Rafael Marques; Edílson, Adílson (Willian Magrão), Lúcio, Douglas (Maylson) e Gilson; Jonas e André Lima (Diego). Técnico: Renato Gaúcho.

continua após publicidade

São Paulo - Rogério Ceni; Xandão (Bruno Uvini), Alex Silva e Miranda; Rodrigo Souto, Casemiro, Richarlyson, Marlos e Carleto (Cléber Santana); Lucas e Ricardo Oliveira. Técnico: Sérgio Baresi (interino).

continua após publicidade

Gols - André Lima, aos 29 e aos 39, e Rogério Ceni (de pênalti), aos 42 minutos do primeiro tempo; Marlos, aos seis, Jonas (de pênalti), aos 23, e Diego, aos 29 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Vilson, Rafael Marques, Douglas, Paulão e André Lima (Grêmio); Casemiro, Cléber Santana e Xandão (São Paulo).

Cartão vermelho - Alex Silva (São Paulo).

Árbitro - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

Renda - R$ 317.277,50.

Público - 25.322 espectadores.

Local - Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).