Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Sorteio faz Arsenal jogar na Rússia em meio a crise diplomática

.

FÁBIO ALEIXO

MOSCOU, RÚSSIA (FOLHAPRESS) - Em meio à crise diplomática entre Reino Unido e Rússia por causa do envenenamento do ex-espião Sergei Skripal e sua filha, o Arsenal terá de visitar Moscou para enfrentar o CSKA, em partida válida pelas quartas de final da Liga Europa.

No sorteio realizado nesta sexta-feira (16), ficou definido que o primeiro jogo será no dia 4 de abril, em Londres, e o segundo no dia 11, na capital russa.

Será o primeiro evento esportivo com times dos dois países se enfrentando desde o início da crise, que fará com que o Reino Unido não mande representantes políticos para a Copa do Mundo. Membros da família real também não irão.

Em que pese o momento delicado, a Uefa -entidade que organiza a Liga Europa- não colocou nenhuma restrição no sorteio impedindo o duelo entre ingleses e russos.

Em outras fases, havia bloqueio para partidas entre equipes da Rússia e Ucrânia, que também enfrentam sério problema diplomático.

Diante desta situação, a diretoria do Arsenal publicou em seu site um comunicado alertando os torcedores sobre perigos que podem ocorrer quando visitarem a Rússia.

"Devido à alta tensão política entre Reino Unido e Rússia, vocês devem estar cientes da possibilidade de um sentimento antibritânico. Vocês são aconselhados a permanecerem vigilantes, a evitar protestos e demonstrações públicas e a não fazer comentários públicos sobre a situação política", informou o clube, após consulta ao Ministério de Relações Exteriores do Reino Unido.

"Vamos trabalhar em conjunto com o clube para dar segurança aos torcedores que forem a Moscou", disse Lois Langlon, presidente de uma associação de torcedores do Arsenal.

O CSKA até o momento não emitiu nenhum tipo de comunicado aos torcedores que quiserem se deslocar para a Inglaterra.

Além da tensão política, há também o temor do choque entre hooligans dos dois países. Na Eurocopa de 2016, ingleses e russos promoveram uma batalha campal nas ruas e no estádio de Marselha.

Durante a Copa do Mundo, o COL (Comitê Organizador Local) garante que hooligans não terão acessos aos estádios e muitos serão impedidos de entrar na Rússia.

SUSPEITO DE ASSASSINATO

A última vez que Arsenal e CSKA se encontraram foi em 2006 pela Liga dos Campeões, em Londres.

Inquérito finalizado em 2010 apontou que Andrei Lugovoi, suspeito do assassinato por envenenamento do ex-agente da KGB Alexander Litvninenko, esteve no Emirates Stadium para assistir à partida horas depois do encontro com Litvninenko no Millenium Hotel, onde ele acabou morrendo.

Traços da substância radioativa polônio foram encontrados em cadeiras do estádio.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber