Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Rodrygo se destaca no Santos com dribles e boas finalizações

.

SAMIR CARVALHO

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O jovem atacante Rodrygo, de 17 anos, não foi somente um dos principais destaques individuais na vitória por 3 a 1 do Santos diante do Nacional-URU, nesta quinta-feira (15), pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Mesmo com apenas três jogos como titular pelo clube, o prodígio santista já apresenta credenciais de protagonista na equipe do técnico Jair Ventura.

Apesar do pouco tempo entre os profissionais, o jogador é o segundo atacante que mais arrisca dribles no Santos. De acordo com números do Footstats, na partida diante dos uruguaios, liderou a estatística com dois dribles certos, enquanto no Paulista, só perde para o atacante Arthur Gomes, um dos jogadores mais utilizados por Ventura.

O que mais surpreende, no entanto, é a maturidade com relação às finalizações. No Paulista, tem o segundo pé mais "calibrado" entre os santistas, atrás somente do recém-contratado lateral Dodô, que acertou a gol o único chute que arriscou em duas partidas.

Rodrygo tem 75% de aproveitamento no fundamento, ou seja, não costuma desperdiçar as oportunidades e nem precipitar-se apesar da pouca idade. Assim como com relação aos dribles,, o número supera o dos titulares Gabriel Barbosa, 50%, e de Eduardo Sasha, 56,3%, principais artilheiros da equipe na temporada com quatro e cinco gols, respectivamente.

Curiosamente, apesar de não ser o artilheiro santista no ano, o jogador chegou ao terceiro gol marcado com apenas 32 minutos de média por partida em que atua, menos de um tempo completo. Ao todo, foram dez participações no ano.

O gol construído diante do Nacional demonstrou um pouco da qualidade nos dois fundamentos. Rodrygo fez a jogada toda sozinho, partido do meio de campo, e também foi preciso na finalização mesmo pressionado por um defensor.

A maturidade ajudou a tranquilizar a equipe, que vencia somente por 1 a 0 e havia perdido Gabigol, sua principal referência técnica, expulso aos 43 minutos do primeiro tempo.

"Foi um gol importante que deu tranquilidade para a equipe, a gente estava tomando pressão com um jogador a menos, estávamos com um a menos com a expulsão do Gabriel e tivemos que recuar um pouco, mas eu fui feliz, consegui passar por dois marcadores e fazer o gol", explicou à Fox Sports.

Apesar de muito jovem, o pupilo já coleciona gols importantes, como o que deu a virada ao Santos diante da Ponte Preta e um empate já nos acréscimos contra o Ituano, ambos já nos minutos finais em duelos válidos pela primeira fase do Paulista.

O jovem atacante disse que gosta de ser chamado de novo Menino da Vila pela torcida e imprensa e fez questão de dizer que não sentiu a pressão de atuar como titular diante do Nacional, do Uruguai, na Libertadores.

Precoce, Rodrygo sequer participou da Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo Santos neste ano. Promovido no final de 2017 aos profissionais, permaneceu já com o elenco principal para ser utilizado pelo técnico Jair Ventura.

O atacante aproveita uma "brecha" no ataque para convencer Jair Ventura. O treinador ainda não conta com o atacante Bruno Henrique, considerado titular, mas que trata de uma lesão no olho direito sofrida ainda em janeiro, na estreia do Santos na temporada. Além disso, nenhum dos concorrentes arrancou na disputa pela posição.

No próximo final de semana, o Santos inicia o duelo de quartas de final do Campeonato Paulista. A equipe santista encara o Botafogo-SP, domingo (18), às 19h30 (de Brasília), no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber