Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Com Cássio mirando recordes, Corinthians recebe o Deportivo Lara na Libertadores

.

ALEX SABINO E LUCIANO TRINDADE

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) -

Antes do início do jogo contra o Millonarios (COL), na estreia do Corinthians na Libertadores deste ano, Cássio foi procurado por Jose Sanchez Carvajal, 34, goleiro reserva da equipe colombiana. O adversário presenteou o brasileiro com dois pacotes de café, um costume local.

"Ele me parabenizou por tudo o que aconteceu na minha carreira", afirma Cássio, 30, em entrevista à reportagem.

Era sinal de respeito. Algo que um dos jogadores mais experientes do Corinthians tem sentido cada vez mais no torneio sul-americano desde 2012, quando parou o Boca Juniors (ARG) e conquistou o título inédito para o clube. Cássio foi um dos principais nomes da competição.

Depois disso, o goleiro ganhou mais seis títulos em seis anos como titular do clube.

O caminho para vencer a competição pela segunda vez passa agora pelo Deportivo Lara (VEN), adversário desta quarta-feira (14), às 21h45, no Itaquerão. Na primeira rodada, o Corinthians empatou em 0 a 0 em Bogotá.

Respeito é uma palavra que se encaixa como uma luva (de goleiro) na realidade de Cássio. É o que ele deixa claro nas análises que faz.

Já disse pretender chegar ao recorde de Ronaldo Giovanelli como o jogador de sua posição com mais partidas pelo clube. São 357 até agora. O atual recordista tem 602. Mesmo que não chegue à marca almejada, o goleiro lembra que sua situação é rara no futebol brasileiro.

"É difícil se manter no Corinthians por muitos anos."

Cássio é reticente em falar sobre a seleção brasileira. Apesar de ter sido chamado de forma reiterada pelo técnico Tite, ele não foi convocado para os amistosos contra Rússia e Alemanha.

Mesmo assim, continua como um dos favoritos para ir à Copa por ter a confiança do treinador da equipe nacional.

"O Tite tem de testar mesmo. Mas isso não quer dizer que estou mal no meu clube", desconversa o goleiro, destacando que sua preocupação no momento é o Corinthians.

"Já passei por bastante coisa, tenho um pouco mais de maturidade. Estamos fazendo um grande início de temporada", analisa.

Cássio dá de ombros para as críticas quanto ao futebol da equipe nos primeiros três meses de 2018 ou com as reclamações de que reforços não foram contratados.

Lembra que em 2013, o elenco era mais forte do que o campeão da Libertadores do ano anterior e naufragou no torneio. No discurso, está o pedido de paciência.

Paciência e respeito, porque ele acredita que a equipe de Fábio Carille chegará perto do auge no momento mais importante: no mata-mata do torneio sul-americano.

"Vejo que o grupo atual é parecido com o de 2012. É um grupo que ganha de equipes mais qualificadas na vontade e organização", afirmou.

A ambição de voltar a levantar o troféu sul-americano o fez repetir a fórmula do ano passado. Passou dez dias nas férias, em dezembro, treinando e em dieta para se reapresentar nas melhores condições possíveis. Seus testes físicos foram os melhores desde que foi contratado pelo clube, há seis anos.

Algumas coisas mudaram na vida de Cássio nos últimos 12 meses. Tornou-se evangélico, nasceu Maria Luiza, sua segunda filha, e passou a cuidar melhor da forma física. O pacote ficará completo se for à Copa e conquistar a Libertadores pela segunda vez.

"Quando você para de jogar, o que vale são os títulos, as histórias que contará aos seus filhos. Já ganhei muita coisa, mas espero poder ganhar ainda mais", disse.

JADSON É DÚVIDA

Durante o treino desta terça (13), o meia Jadson sentiu dores na coxa direita e pode não entrar em campo nesta quarta. O provável substituto é o atacante Emerson Sheik, que atuaria ao lado de Rodriguinho no meio de campo.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique, Sidcley; Gabriel, Maycon, Rodriguinho; Romero, Emerson Sheik, Clayson. T.: Fábio Carille

DEPORTIVO LARA (VEN)

Salazar; Matute, David Mendoza, Pernía, Chaurant; Sierra, Andreutti, Marín, Pedro Ramírez; Soto, Falcón. T.: Leo González

Estádio: Itaquerão, em São Paulo

Horário: 21h45 desta quarta-feira

Juiz: Raul Orosco (BOL)

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber